Nanoflowcell Quantino 2019

A qualidade do ar piora diariamente e a água salgada surge como uma alternativa aos combustíveis fósseis. O primeiro protótipo chegou em 2016, após uma prévia aprovação europeia no ano 2014.

O primeiro protótipo Quantino movido a água salgada assemelha-se a um elétrico. Apesar disso, não incorpora nenhuma bateria nem é alimentado a eletricidade. A bateria é substituída pelo NanoFlowcell, um dispositivo do tamanho de uma caixa de sapatos que integra seis células alinhadas. E, por sua vez, o veículo produz internamente a energia com que se alimenta.

Se pensa que pode abastecê-lo através de uma mangueira que esteja diretamente ligada ao mar, então está enganado! Saiba mais sobre o bi-ION, solução salina que foi desenvolvida em laboratório.

Afinal, o que é o bi-ION e como funciona?

O bi-ION é a solução eletrolítica salina que permite abastecer dois tanques presentes no veículo. Esta solução apresenta-se como “amiga do ambiente”, não sendo inflamável nem tóxica. E, a melhor parte, é o valor da sua produção!

Segundo uma estimativa, o custo de produção (com matéria-prima incluída) é menos de 10 cêntimos por litro. Igualmente, também se prevê um baixo custo de comercialização, visto que o seu armazenamento e o transporte não exigem cuidados especiais.

bi-ION a energia do futuro
bi-ION a energia do futuro

Ao contrário do que acontece com as baterias tradicionais, o NanoFlowcell é alimentado com energia de eletrólitos líquidos que podem ser guardados longe da própria célula. Por sua vez, esses líquidos serão separados por dois tanques e bombeados por circuitos separados através de um conversor, consoante a sua carga (positiva ou negativa).

Quando chegam a uma membrana permeável, dividem-se e ocorre a troca de iões. Nesse momento, converte-se a energia química em energia elétrica, a qual ficará imediatamente disponível.

bi-ION, qual a sua utilidade?

Através da nanotecnologia, este líquido permite conduzir a energia dos sais orgânicos e inorgânicos dissolvidos em água, transformando-os em nano-partículas.

O bi-ION alcança uma densidade bastante elevada (a empresa confirmou que atingiu 600 watt-hora por litro), assegurando cinco vezes mais autonomia comparativamente com uma bateria de iões de lítio de um veículo elétrico.

Fórmula secreta

A empresa é financiada exclusivamente por capital privado, mas não revela a fórmula química deste sistema. Admitem que todas as matérias-primas que incorporam esta solução estão disponível a nível mundial e que a bi-ION permitirá diminuir significativa o custo para o consumidor.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  Subscrever  
Notificação de