Preço das baterias de armazenamento de energia

Papel do gás no sistema elétrico em perigo devido à queda do preço das baterias

O uso de baterias para armazenamento de energia tem vindo a aumentar rapidamente, muito devido à diminuição dos custos das baterias (ver gráfico abaixo). Uma queda de preços que está mais rápida comparativamente aos mercados da energia eólica e solar.

Comparativo custos sistemas de energias renováveis
Comparativo custos sistemas de energias renováveis

Facto que tem vindo a fazer com que as baterias venham a ocupar, pouco a pouco, o lugar do gás no sistema elétrico, pois a empresas que trabalham com gás estão a optar por trocar para baterias para armazenar eletricidade e instalar sistemas fotovoltaicos.

A AGL Energy é um desses exemplos. No passado mês de setembro, disse que a queda do custo das baterias de armazenamento de eletricidade justifica a troca da rede de gás.

E a realidade é que o gás está em dificuldades para competir com as baterias, isto numa altura em que o preço do m3 de gás está em mínimos históricos.

Quando os preços do gás voltaram a recuperar, já não terão possibilidade de competir com estas novas formas de produção e armazenamento de energia. Assim, a deflação dos preços fará com que a curto prazo as baterias tenham um papel ainda mais importante no sistema elétrico à custa do gás!

A AGL assumiu o compromisso em 2020 da descarbonização, com respetivo investimento nas energias renováveis e integração de eletricidade. A empresa tem novos e grandes planos para instalar baterias novas para complementar as suas operações de produção de energia.

Assim, a AGL vai instalar até 1200MW de capacidade de armazenamento em baterias para dar resposta à procura até 2024, está ainda a reter os bónus dos CEOs para atingir os objetivos de energia limpa na empresa.

Apresentou ainda planos de investimento iniciais para uma nova bateria até 500MW na sua central a carvão em Hunter Valley, Nova Gales do Sul. Há ainda planos para a construção de uma bateria de 150MWh após o encerramento da central em 2023. Mais, na sua atual central elétrica a gás em Torrens Island, a AGL está a preparar a instalação de uma bateria de 100-150MWh!

A empresa conta ainda adicionar uma bateria de 100-150MWh no seu parque solar Wandoan em Queensland, e 200-400MWh de capacidade em quatro projetos associados ao Grupo Maoneng, além de uma bateria de 50-100MWh no parque solar Sunraysia em Nova Gales do Sul.

Queda do preço das baterias nos EUA

Também nos EUA estão a começar a surgir projetos de armazenamento a grande escala que rivalizam com as fábricas a gás.

Um desses projetos é o da Vistra Energy, que obteve a aprovação para expandir um sistema de armazenamento de energia na sua central a gás em Moss Landing, California entre 1500-6000MWh.

A maior bateria da atualidade do mundo pertence a Hornsdale Big Battery no Sul da Austrália. Com um tamanho de 150-193MW. Hornsdale tem 10% mais de potência e 3% mais de duração que a nova bateria Vistra, que será a maior bateria do mundo.

A gestora de ativos Capital Dynamics firmou um acordo com a elétrica americana Tenaska, acordo que visa o desenvolvimneot de uma carteira de nove projetos de sistemas de armazenamento de energia em baterias (BESS) um pouco por toda a Califórnia. No total os projetos proporcionarão cerca de 2000MW de eletricidade. Um investimento que não tem precedentes!

Também nos EUA, a PG&E, pediram a aprovação de cinco projetos de armazenamento de energia num total de 423MW, cerca de 1,7GWh, num documento apresentador à Comissão de Serviços Públicos da Califórnia (CPUC). Os projetos visão a integração de mais energia limpa a partir de fontes de renováveis ao mesmo tempo que garantem a fiabilidade futura do sistema elétrico.

Entretanto na Austrália, já se investe em baterias para a rede. Depois do grande sucesso das baterias Tesla no projeto Hornsdale Power Reserve, o investidor francês em energias renováveis, Neonen, planeia o desenvolvimento de um novo sistema de armazenamento de baterias até 600MW próximo de Geelong. O projeto, denominado “Victoria Big Battery” quadruplicará o tamanho da giga bateria da Tesla no Sul da Austrália.

E a empresa não para… a 20 de agosto, Neoen apresentou planos para um parque eólico e solar com uma bateria 10 vezes maior que a grande bateria de Hornsdale. O projeto Goyder South, no Sul da Austrália propõe 1200MW de energia eólica, 600MW de energia fotovoltaica e uma bateria de 900-1800MWh, que ofusca a grande bateria de Hornsdale!

Este tipo de projetos híbridos, excluem por completo o uso de gás e começam a perfilar-se como o futuro do sistema elétrico. As baterias à escala da rede começam a ser uma característica do mercado de energia, tanto na Austrália, como nos EUA, e a curto prazo será na Europa!

Mais, a curto prazo as baterias à escala de rede não substituirão totalmente o papel do gás no sistema elétrico, mas sim, uma grande parte deste no mercado.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui