energia-do-hidrogenio

Cientistas descobriram uma nova forma de produzir hidrogénio, considerado o combustível do futuro por ser capaz de gerar eletricidade em células a combustível sem gerar qualquer tipo de poluente.

A nova técnica produz hidrogénio puro sem consumir energia.

Produção de hidrogénio

Hoje, praticamente a totalidade do hidrogénio  é produzido a partir do gás natural, um combustível fóssil como o petróleo, o que anula seus benefícios ambientais, além de sair caro demais.

Os investigadores das universidades Penn State e Virginia, nos Estados Unidos, descobriram como produzir hidrogénio  mergulhando aglomerados de átomos de alumínio em água. Os aglomerados quebram as moléculas de água, produzindo hidrogénio e oxigénio.

A quebra da molécula de água também pode ser feita por meio de electrólise, mas o processo consome mais energia do que produz.

Aglomerados de alumínio

Os pesquisadores descobriram que, além das propriedades electrónicas dos aglomerados de alumínio, o seu formato é essencial na reação com a água.

“Nossas pesquisas anteriores sugeriam que eram as propriedades electrónicas que governavam tudo sobre esses aglomerados de alumínio, mas este novo estudo mostrou que é o arranjo dos átomos no interior dos aglomerados que faz com que eles quebrem as moléculas de água,” explica o professor A. Welford Castleman Jr.

energia-do-hidrogenio-simplificada

Reacção espontânea

A molécula de água liga-se entre dois pontos do aglomerado de alumínio, com um dos pontos funcionando como um ácido de Lewis – um centro positivamente carregado que aceita um elétron – e o outro ponto funcionando como uma base de Lewis – um centro negativamente carregado pronto para ceder um electrão.

O alumínio ácido de Lewis liga-se ao oxigénio da molécula de água e o alumínio base de Lewis dissocia o átomo de hidrogénio. Se o processo ocorrer uma segunda vez, envolvendo dois outros átomos de alumínio, restarão dois átomos de hidrogénio, que se ligarão para formar uma molécula de hidrogénio na forma de gás (H2).

Produção de hidrogénio sem gasto de energia

O hidrogénio  é produzido a temperatura ambiente. “A capacidade para produzir hidrogénio a temperatura ambiente é importante porque significa que nós não usamos nenhum tipo de calor ou energia para disparar a reação,” afirmam os pesquisadores.

A descoberta é importante não apenas para a produção de hidrogénio, mas também por abrir caminho para uma nova abordagem na produção de catalisadores, que poderão ser desenvolvidos para quebrar outras moléculas.

Reciclagem dos aglomerados de alumínio

Agora os pesquisadores querem descobrir como reciclar os aglomerados de alumínio para que eles possam ser reutilizados continuamente, abrindo a possibilidade de uso prático da nova tecnologia.

A reciclagem consistirá em uma forma para retirar o grupo hidroxila (OH-) que fica ligado aos aglomerados de alumínio depois que a molécula de hidrogénio é liberada.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

13 COMENTÁRIOS

  1. este povo é engraçado quem disse que pra fazer hidrogenio gasta tanta energia assim, usa micro amperes e tensao maior que faz so isso e provoca o vacuo, no vacuo libera muito gas

  2. voces acreditar que gasta muita energia pra gerar hidrogenio é mentira, usa alta tensao e o consumo é micro amperes kkkkkk

  3. Boa tarde, boa reportagem, mas conheço uma empresa no Maranhão chamada Hidrogas, que produz hidrogênio sem a necessidade de energia e luz solar, apenas por componentes, muito interessante o método deles…vale sua pesquisa. Boa tarde

  4. Muito legal! Mas sera possivel em vez de atomos de aluminio (aglomerados) fazer com macro aluminio? Para que eu possa fazer em casa

  5. Como auxiliar de economia estou gostando em 100 km com gnv 2,00 reais a menos 20 por cento economia amperes 6 a

  6. Ola pessoal, em primeiro lugar gostaria de parabenizar a todos os amigos que desponibilizao seu precioso tempo para tentar desenvolver este projeto. Já faz serva de dois mêses que resolvi mergulhar de cabeça neste projeto , acredito ter desenvolvido o método adequado para que um veículo com sistema de injeção funcione 100%com hidrogênio.
    Para que o sistema funcione realmente em primeiro lugar terá que haver uma produção de serva de cinco a seis litros de hidrogênio por minuto , o problema e que o sistema elétrico do carro não chega nem perto de suprir a demanda de consumo . opisss só para constar pessoal sou tecnico em eletrônica e tenho um bom conhecimento em mecânica altomotiva , agora vamos ao que realmente importa , para solucionar a questão do consumo teremos que ter duas baterias de 150 ampères funcionando em paralelo e estas baterias teriam que ser carregadas em casa e depois terá que haver um rele de no minimo 70amperes este sera ativado a partir da tenção de 12voltes que sai do alternador para informar para central o mesmo esta gerando , desta forma evitara que o sistema gere hidrogênio sem que o motor esteja funcionando . em seguida sera necessário a utilização de u m emulador de bico e de oltro rele para desligar a bomba de combustível .e sera necessário um redutor da aqueles utilizados em carros com GNV para se possa controlar o fluxo de hidrogênio de acordo com o consumo. Em seguida ainda a oltro problema que precisa ser resolvido que e o excesso de hhidrogênio que pode haver quando o carro estiver em marcha lenta ,para resolver este problema tive que instalar uma válvula de preçaáo ,desta forma sempre que houver preçáo escedente a válvula dispara aliviando a preçáo , e em seguida este hidrogênio escedente terra que ser acoplado na saída do escapamento para que seja despersado na atimofera. Em fim pessoal se alguém estiver interessado no projeto e tentar desenvolver espero que compartilhe conosco o resultado ,e que o grande arquiteto do universo nos ilumini e guarde..

    • Tive lendo o seu ponto de vista sobre o hidrogênio .e acredito que se passarmos o veículo eletrônico para GNV conseguiremos chegar ao veículo 100% hidrogênio . para tornar viável este sistemas teremos que fazer um gerador de estração via placas solar .onde VC retira o hidrogênio sem impacto ambiental tipo energia elétrica gerada pelo governo ou carvão e etc.VC vai gerar sua própria energia e também seu próprio hidrogênio injetando o mesmo no cilindro GNV ou seja VC vai abastecer seu carro em casa sem dependência . estarei a disposição para dividirmos está ideia pois hoje eu fabrico geradores de hidrogênio. Mas como VC sabe somente dividindo experiências chegaremos a uma conclusão e resultados satisfatórios.

    • Boa tarde, levi. Meu nome é Jorge e curso engenharia mecânica na UERJ. Estou no início de um projeto de células de hidrogênio, mas o meu projeto está voltado para parte de armazenamento e maneiras do hidrogênio não ser gasto desnescessáriamente, vi que você tem uma ideia para essa parte. Se possível entre em contato comigo.
      jlucas30@gmail.com
      abraço

  7. Que dúvida cruel … como reciclar o aglomerado de aluminio … Fácil , é só reciclar num forno , e gastar muita , mas muita energia !!! Fala sério … isto parece pesquisa de escolar primária !!!

  8. Todo progresso é bem vindo, mas ainda estamos bem longe de alcançar o desejado. Enquanto não houverem grandes investimentos nas pesquisas não teremos grandes resultados.

  9. o mais viavel para hidrogenio e a combustao ja que ele e explosivo esse negocio de eletricidade em carro nao vira tem que injetar um sistema de carburador para nao se perder o gas nos carros ai entao acabara com as petrliferas.   coloca agua com um recipiente em serpentina de inox e uma bateria mais resistente entao gerara hidrogenio com a eletrolize da agua um sistema de carburaçao injeta x de gas no local da explosao que por sua vez ligando a centelia da vela produza faisca de fogo que altomaticamente avendo a explosao o gas juntta se com o oxigenio sdaindo agua no escapamento, o unico tabu e um geito de se conseguir manter a produçao de hidrogenio ja que a produçao e mais lenta que o consumo a nao ser que haja um tamque como tanque de extintor de encendio ai sim poderia ser capaz de se dizer tenho um carro movido a agua kkkkk facil ne?

  10. Para produzir o equivalente a um barril de petróleo/dia são necessários 2400 kwh de energia. Será que os aglomerados de aluminio serão capazes de se reciclar com essa velocidade sem consumo de energia? Ainda estou cético. Geraldo Moreira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here