Queda Turbina Eólica GE - Upstream Energy

Em março de 2019 noticiámos que a queda de duas turbinas eólicas da General Electric em apenas 3 meses, no entanto parece que os incidentes relacionados com turbinas eólicas da General Electric continuam.

A contagem de quedas de turbinas eólicas da GE nos Estados Unidos da América ascende já a 3 desde o início deste ano.

O ano de 2019 parece que nasceu para trazer problemas para a General Electric nos EUA, são já três os incidentes com colapsos de aerogeradores em território norte americano.

Este terceiro incidente ocorreu no parque eólico de Upstream no estado do Nebraska – EUA. A turbina eólica que colapsou integra a série GE 2.5-116 e pertence ao promotor Invenergy.

O portal Recharge News informou que o parque onde sucedeu o incidente entrou em funcionamento em 2019.

Um porta-voz da GE Renewable Energy informou:

“O colapso da turbina eólica de 2.5-116 no parque eólico Upstream no Nebraska ocorreu no passado dia 5 de julho. General Electric destacou de forma imediata uma equipa para o local do incidente e está a trabalhar juntamente com o proprietário do parque eólico de forma a ser possível encontrar e saber as causas do incidente o mais rapidamente possível.”

Este incidente não provocou qualquer tipo de danos em pessoas.

Queda Turbina Eólica GE - Upstream Energy
Queda Turbina Eólica GE – Upstream Energy

A vida da General Electric não está favorável em território norte americano, em maio caiu um aerogerador no parque eólico de Enel Green Power em Oklahoma, sendo que em fevereiro também ocorre um outro incidente no parque eólico Casa Mesa Wind Energy Center, no estado de Nuevo México.

Segundo o portal de notícias Recharge os incidentes não estão relacionados entre si. O incidente de maio em Oklahoma deveu-se a problemas no arranque de um aerogerador, que poderá estar relacionado com falhas no software do sistema de controlo, algo que já se encontra a ser resolvido com uma atualização do software.

Por outro lado o colapso da turbina eólica no parque de Casa Mesa pode estar relacionado com uma falha no sistema de proteção de sobre velocidade durante ventos fortes, em que um fusível terá provocado um desequilíbrio no rotor que originou o colapso da turbina.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here