Siemens Gamesa assina contrato de fornecimento de aerogeradores com a Iberdrola para projeto eólico offshore no Reino Unido
Siemens Gamesa assina contrato de fornecimento de aerogeradores com a Iberdrola para projeto eólico offshore no Reino Unido

Siemens Gamesa assina contrato de fornecimento de aerogeradores com a Iberdrola para projeto eólico offshore no Reino Unido

A Iberdrola através da sua filial Scottish Power Renewables chegou a acordo com a Siemens Gamesa Renewable Energy (SGRE) como fornecedor preferencial para fornecer e instalar os aerogeradores mais potentes e mais eficientes do mundo para o novo parque eólico offshore East Anglia Hub localizado no Mar do Norte ao largo do Reino Unido.

As duas empresas vão trabalhar em conjunto no próximo leilão de “contracts for difference”, com o objetivo de fechar acordos para o fornecimento e instalação de aerogeradores, que irá decorrer até final do ano 2021.

A parceria terá assim o objetivo de projetar e instalar uma nova geração de aerogeradores com 14MW de potência!

Siemens Gamesa assina contrato de fornecimento de aerogeradores com a Iberdrola para projeto eólico offshore no Reino Unido
Siemens Gamesa assina contrato de fornecimento de aerogeradores com a Iberdrola para projeto eólico offshore no Reino Unido

Siemens Gamesa fornece aerogeradores

O fornecimento e instalação de 200 aerogeradores para o East Anglia Hub por parte da Siemens Gamesa, da qual a empresa de energia era acionista de referência até quase um ano atrás, quando vendeu a sua participação de 8% à multinacional alemã Siemens, permitiria replicar e maximizar as conquistas do trabalho conjunto realizado no parque East Anglia One, “tanto do ponto de vista da criação de empregos como de apoio à cadeia de abastecimento do Reino Unido”, disse a elétrica.

No ano passado, a Iberdrola já havia adjudicado à Siemens Gamesa Renewable Energy o fornecimento de 62 aerogeradores de 8MW para o parque eólico offshore de Saint-Brieuc, com 496 MW, que está em desenvolvimento no mar francês.

O Diretor da Eólica Offshore do grupo Iberdrola, Jonathan Cole, considera “que a eólica offshore é agora uma das formas mais competitivas de geração de energia renovável e o desenvolvimento do East Anglia Hub, em conjunto com a SGRE, mostra o quão longe chegou o mercado e o quão bem posicionados estamos para cumprir com a meta do Governo de 40GW offshore na próxima década”.

O gestor diz que na Iberdrola pretendem aproveitar a tecnologia mais inovadora para assegurar que o East Anglia Hub tenha dos aerogeradores mais produtivos do mercado, bem como todos os novos projetos do grupo, com o intuito de termos um futuro mais limpo e sustentável para todos!

Por parte da Siemens Gamesa, Andreas Nauen, indica que o grupo está em êxtase com a construção do East Anglia One em 2020, bem como nesta nova colaboração com a Iberdrola no novo leilão do Reino Unido.

Sobre o East Anglia Hub diz que é uma grande oportunidade, por várias razões, como geração de emprego na costa este de Inglaterra, bem como um aumento do fornecimento de energia à rede elétrica do país. O que vai contribuir para os planos de energia verde do Governo Britânico, com mais energia limpa nos próximos anos.

Investimento superior a 7400 milhões de euros

O East Anglia Hub faz parte de parques eólicos, o East Anglia One North, East Anglia Two e East Anglia Three, todos a sul do Mar do Norte, que todos juntos terão uma capacidade total superior a 3100MW, num investimento superior a 7400 milhões de euros!

Este parque eólico irá fornecer energia limpa a cerca de 2,7 milhões de habitações e será responsável por cumprir 7,5% do objetivo de 40GW de eólica offshore até 2030, valor fixado pelo Governo Britânico no seu plano “Dez pontos para uma revolução industrial verde.

A Iberdrola será a responsável pela construção dos 3 parques eólicos offshore East Anglia Hub, o que irá permitir encurtar os tempos de construção e colocação em funcionamento mais rápido, bem como aumentar as oportunidades para a cadeira de fornecimento, reduzir os custos da energia limpa e contribuir ativamente para os objetivos e energia offshore do país!

Os primeiros 1400MW iniciais do East ANglia Three já têm aprovação de planificação, o East Anglia One North com 800MW e o East Anglia Two com 900MW ainda estão a ser analisados e avaliados pela Comissão de Inspeção e Planificação do Reino Unido.

Espera-se assim que a construção do East Anglia Hub comece em 2023 e seja finalizado até 2026!

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui