Parque Eólico França

Nos próximos 5 anos a França irá apostar nas energias renováveis, com o objetivo de duplicar a atual capacidade de geração de energia a partir da força do vento.

O plano foi dado a conhecer pelo Governo Francês, tendo-o resumido em dez pontos que simplificarão os procedimentos administrativos com o objetivo de acelerar o desenvolvimento de projetos com recurso à energia eólica!

Esperam com estes incentivos de em 2023 terem duplicado a geração de energia com esta tecnologia. Assim, irão passar a gerar 26000MW, contra os atuais 13000MW!

O grupo de trabalho, criado em outubro, estudou o mercado e a tecnologia, tendo criado processos administrativos que permitiram reduzir para metade o tempo necessário para a aprovação e ligação dos projetos eólicos à rede elétrica nacional francesa.

Atualmente, a barreira administrativa é de sete a nove anos, quando por exemplo na Alemanha o prazo é de apenas três a quatro anos!

Este é o ponto em que muitas empresas esbarram e deixam cair os seus projetos eólicos. Assim, o governo espera que com a redução do tempo de espera administrativo, as empresas comecem a apostar novamente nesta tecnologia.

Contestação perante energia eólica

Os prazos alargados eram benéficos para quem contesta este tipo de energia. Há muitas pessoas e organizações contra esta tecnologia de produção de energia, devido ao impacto paisagístico e ruído que as pás geram…

Mas a verdade é que é uma energia limpa, mas acredita-se que os movimentos contra esta energia irão aumentar.

Pontos alterados para simplificar o processo

Outro aspeto que fez com que os projetos eólicos demorassem tanto tempo a serem aprovados, foram os constantes processos dados entrada em tribunal contra os projetos eólicos. E estes demoram anos a ver a decisão.

E assim, uma das medidas propostas, foi de baixar de escalão os recursos, de modo a que possam ser avaliados diretamente pelos tribunais administrativos.

Outra proposta foi de modificar a distribuição dos benefícios fiscais. Aumentando assim a parte dos municípios que tenham parques eólicos no seu domínio. Medida que foi aplaudida pela associação de municípios. Pois assim os mais beneficiados são os proprietários das terras onde as turbinas sejam instaladas.

Pretendem ainda bonificar os projetos que recorram a financiamento coletivo para desenvolvimento de parques eólicos, o que permite que os cidadãos participem nestes projetos, bem como possibilitar a iluminação fixa contra a atual luz intermitente. Algo que quem vive perto dos parques eólicos consideram chato.

Atualmente a França conta com mais de 13000MW de potência instalada em parques eólicos , em que 1600 deles foram construídos em 2017, um ano recorde para a energia renovável a partir do vento.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO...