LM e Adwen estabelecem novo recorde com a maior pá para energia eólica

maior-pa-energia-eolica-lm-wind-power

A maior pá para aerogeradores produzida pela Adwen e LM Wind Power foi construída na Dinamarca e equivale a um prédio de 30 andares.

Esta tendência da energia eólica de aumentar as pás tem espantado o mundo inteiro mas mesmo assim ficamos sempre surpresos com o que se consegue a seguir. Desta vez, os holofotes viraram-se para a Dinamarca pela construção da maior pá de turbina eólica.

A fabricante de aerogeradores offshore Adwen e a fornecedora de pás LM Wind Power produziram uma pá com 88,4 metros de altura, o equivalente a um prédio de 30 andares.

A primeira pá foi produzida na fábrica da LM Wind Power, na Dinamarca e segue-se agora a fase de testes.

Esta pá foi projetada para os modelos de turbina eólica AD 8-180, da fabricante Adwen. A turbina tem capacidade nominal de 8 MW e 180 metros de diâmetro do rotor.

A LM 88.4 P da LM Wind Power é gigante

maior-pa-lm-88-p-lm-wind-power

Este desafiar da ciência e da tecnologia justifica-se uma vez que, quanto mais longa é a pá, maior é contacto com os ventos (mais fortes e persistentes) situados no topo da atmosfera. Ventos mais fortes resultam em mais força e poder rotacional e consequentemente gera-se mais energia.

Só nos últimos 30 anos, as turbinas eólicas e as suas hélices quadruplicaram o seu tamanho, o que se traduz em mais energia limpa e renovável e em menores custos.

Veja o video sobre o transporte da nova Pá LM 88.4 P

Esta correria desenfreada a que assistimos nos últimos anos pode constituir mesmo uma revolução no mundo das energias e um pouco por todos os cantos do mundo os limites vão sendo superados.

Transformar a energia contida na força dos ventos em eletricidade é o objetivo dos maiores fabricantes de turbinas eólicas do mundo.

Em 2015 e segundo a Bloomberg New Energy Finance, o maior fabricante eólico do mundo foi a chinesa Xinjiang Goldwind Science & Techonology Co. Mas a corrida no topo dos maiores fabricantes é estimulante e quase contagiosa já que todas as empresas do tipo querem liderar a lista e neste percurso, sabemos que as boas notícias podem chegar a todo o instante e a nossa expectativa não termina.

A espanhola Vortex Bladeless poderá ser a próxima a dar boas notícias. É que esta empresa está a trabalhar num novo conceito de aerogerador que será capaz de dispensar as gigantes hélices.

Este será assim constituído por pilares que se movimentarão para a frente e para trás com a energia do vento.

Saiba mais sobre este fenómeno aerodinâmico denominado de vorticidade.

COMPARTILHAR