Central Solar Fotovoltaica

O gabinete de Estado da Energia Português informou recentemente que Portugal vai ter 14 novas centrais solares fotovoltaicas.

Este avanço dado pelo governo no setor da energia, corresponderá a um investimento de cerca de 381 milhões de euros. No entanto, não terá quaisquer custos para os consumidores. E este elevado investimento nas centrais solares fotovoltaicas permitirá ao país aumentar a capacidade instalada de mais 521 megawatts.

O gabinete do secretário de Estado da Energia anunciou que para além deste processo se encontrar direcionada para a promoção de energias renováveis, será pago ao Estado por promotores cauções que rondam 6 milhões de euros na totalidade.

O Governo informou ainda que há 46 pedidos de licenciamento que se encontram até ao momento em fase de instrução na Direção Geral de Energia e Geologia, estes pedidos correspondem a 1106 megawatts de capacidade instalada e um possível investimento de 995 milhões de euros.

Até ao momento, Portugal tem 20758 megawatts de capacidade instalada de produção de eletricidade. Sendo que, 5313 megawatts correspondem a energia eólica e 291 megawatts energia fotovoltaica.

Já, em relação à energia térmica e hídrica os dados fornecidos são de 8287 megawatts de energia térmica e 7108 de energia hídrica. Para completar o total de capacidade instalada de produção de eletricidade, restam 29 megawatts que se referem à geotermia.

Foi também recentemente definido pela União Europeia, através da Diretiva FER relativa à promoção de utilização de energia proveniente de fontes renováveis, que Portugal alcance no ano de 2020 uma quota de 31% de energia proveniente de fontes renováveis no consumo final bruto de energia.

Para além de todas as vantagens inerentes a criação das novas 14 centrais solares fotovoltaicas, o cumprimento do objetivo imposto pela União Europeia é também um grande incentivo para o desenvolvimento e criação das mesmas.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO...