Energia do Biogás

producao-energia-biogas

O biogás é um gás combustível constituído em média por 60% de metano e 40% de CO2, obtido pela degradação biológica anaeróbica dos resíduos orgânicos ou mais conhecido como a decomposição da matéria orgânica de micro organismos de animais e plantas.

O que muitos ainda se perguntam é se as propriedades deste conceito de geração de energia realmente possuem um potencial energético equivalente para suprir uma procura crescente, principalmente em Portugal visto que esta prática possui uma tendência crescente.

Outra importante característica a ser analisada sobre o tema da Energia do Biogás é esta ser considerada uma vertente das energias renováveis, uma questão extremamente discutido nos dias atuais, não somente pela geração alternativa de energia elétrica, mas pela consciencialização da proteção do meio ambiente, estudos indicam que a utilização do Biogás possui índices baixíssimos de degradação ao solo.

Produção de Energia Elétrica através do Biogás

O processo controlado de combustão equivalente da energia química do biogás em energia mecânica ativa um gerador, produzindo então a energia elétrica, há três maneiras de usar a biomassa como fonte de energia; combustão direta, gaseificação e decomposição da matéria orgânica.

Na década de 40 na Inglaterra a Energia do Biogás era feita através de esterco de animais e plantas específicas, descobrindo-se então o processo de anaeróbico, graças à evolução de pesquisas e experimentos o tratamento expandiu-se para os resíduos agrícolas e industriais.

Outras maneiras de gerar a Energia do Biogás também estão ativas em várias localidades do mundo, algumas ainda em testes e outras já produzindo a biomassa para gerar eletricidade, podemos aproveitar este processo no tratamento de esgoto, aterros sanitários e biodigestores domésticos, temos também dois fatores suplementares que ditam a importância do aproveitamento do Biogás: a redução da energia consumida no tratamento dos resíduos e a queima do metano, que faz com que não ocorra o seu lançamento na atmosfera, onde é fortemente nocivo em termos de efeito de estufa.

As áreas potenciais principais de produção de Energia do Biogás são as do setor agropecuário, da indústria agroalimentar, das ETARs municipais e dos resíduos sólidos urbanos, todas essas áreas contribuem para o aumento da produção da biomassa, lembrando que as empresas devem seguir alguns critérios para realizar esta fabricação, a preservação do solo, nascentes de rios e meio ambiente deverão ser protegidas antes do processo de biogás começar.

Saiba mais sobre as vantagens e desvantagens decorrentes do aproveitamento da Energia do Biogás.

Tendo em mente que a geração de energia através do biogás é importante para os avanços do setor energético, continuar com os estudos e avaliações possibilitam que a estrutura seja relevante e eficiente, conseguindo o progresso necessário para a expansão deste recurso sustentável.