Componentes e aplicações de um Sistema Micro-Eólico

energias-renovaveis-eolica-solar

A energia dos ventos é uma abundante fonte de energia renovável, limpa e disponível em todos os lugares.

Existem, actualmente, mais de 30.000 aerogeradores de grande porte em operação no mundo, com capacidade instalada da ordem de 13.500 MW aumentando dia a dia.

.

Aplicações dos sistemas Micro-Eólicos

Um sistema eólico pode ser utilizado em três aplicações distintas: sistemas isolados, sistemas híbridos e sistemas interligados à rede. Os sistemas obedecem a uma configuração básica, necessitam de uma unidade de controle de potência e, em determinados casos, conforme a aplicação, de uma unidade de armazenamento.

Os sistemas isolados de pequeno porte, em geral, utilizam alguma forma de armazenamento de energia. Este armazenamento pode ser feito através de baterias ou na forma de energia potencial gravitacional com a finalidade de armazenar a água bombeada em reservatórios elevados para posterior utilização.

Alguns sistemas isolados não necessitam de armazenamento, como no caso dos sistemas para irrigação onde toda a água bombeada é directamente consumida.

Sistema Micro Eolico Isolado

Os sistemas híbridos são aqueles que apresentam mais de uma fonte de energia como, por exemplo, turbinas eólicas, geradores Diesel, módulos fotovoltaicos, entre outras.

A utilização de várias formas de geração de energia eléctrica aumenta a complexidade do sistema e exige a optimização do uso de cada uma das fontes. Nesses casos, é necessário realizar um controle de todas as fontes para que haja máxima eficiência e optimização dos fluxos energéticos na entrega da energia para o usuário.

Em geral, os sistemas híbridos são empregados em sistemas de médio porte destinados a atender um número maior de usuários. Por trabalhar com cargas em corrente alternada, o sistema híbrido também necessita de um inversor. Devido à grande complexidade de arranjos e multiplicidade de opções, a forma de optimização do sistema torna-se um estudo particular a cada caso.

Os sistemas interligados à rede não necessitam de sistemas de armazenamento de energia pois toda a geração é entregue directamente à rede eléctrica. Estes sistemas representam uma fonte complementar ao sistema eléctrico de grande porte ao qual estão interligados.

Os sistemas eólicos interligados à rede apresentam as vantagens inerentes aos sistemas de geração distribuída tais como: a redução de perdas, o custo evitado de expansão de rede e a geração na hora de ponta quando o regime dos ventos coincide com o pico da curva de carga.

.

Componentes constituintes de um Sistema Micro-Eólico

Aerogerador

Dispositivo capaz de converter energia eólica em energia eléctrica. Isto é possível devido ao movimento que o vento vai exercer sobre as pás da hélice que incorporam o dispositivo.

Regulador de carga

Controla a entrada de electricidade na bateria protegendo-a contra sobrecargas ou baixas de tensão que pode danificá-la.  Um regulador de carga pode ter interruptores de controlo manual e pode ter medidores ou luzes para mostrar o estado das baterias no processo carga. Os modelos mais avançados têm capacidade de pôr a trabalhar o gerador para produzir electricidade quando a bateria corre risco de descarga total.

Regulador Carga

Baterias

O típico é que a corrente seja usada no momento em que é gerada. As baterias vão surgir para que se possa armazenar energia que estará disponível, geralmente, pela noite.

Existem dois tipos de baterias:

Baterias Monoblocos

São semelhantes às baterias dos automóveis. São mais económicas,  porém o seu período de vida é muito menor. Devido a este problema é que muitas vezes as pessoas optam por instalar uma bateria estacionária, apesar de serem mais caras.

Baterias Monobloco

Baterias Estacionárias

São as mais apropriadas para estes sistemas visto que têm uma maior longevidade e oferecem uma maior versatibilidade. Estas podem conectar-se em série obtendo-se, desse modo, várias voltagens.

Baterias Estacionárias

Inversor

Este aparelho é usado para converter a corrente conínua (c.c.) de 12, 24, 48volts da bateria numa corrente alterna (c.a.) de 230volts a 50 hz igual à que a rede pública fornece.

Inversor Eolico