Alstom Renewable Power assina novo contrato de €230 milhões no Brasil

aerogerador alstom eco122

O fabricante Alstom Renewable Power, anterior Ecotecnia assinou uma carta de intenção com um dos maiores promotores do mercado eólico brasileiro, a Casa dos Ventos, para fornecer aerogeradores a novos parques eólicos no Estado do Rio Grande do Norte (Nordeste do Brasil).

Segundo o acordo, no valor aproximado de €230 milhões, a Alstom será responsável pelo fornecimento de 68 aerogeradores do modelo ECO 122 de 2.7MW, assim como pela operação e manutenção dos parques eólicos localizados no município de João Câmara.

Conheça mais sobre o Aerogerador ALSTOM ECO122

Os projetos que fazem parte desse acordo representam mais de 180 MW de capacidade. A previsão de assinatura do contrato é final de Setembro.

Os aerogeradores serão produzidos na fábrica da Alstom Renewable Power em Camaçari, na Bahia, inaugurada em novembro de 2011. A fábrica tem capacidade de 300 MW de produção por ano, considerando apenas um turno de trabalho. Um segundo turno começará a operar durante o primeiro semestre de 2013, elevando a capacidade para 600 MW por ano.

A energia eólica é a fonte de geração de eletricidade com a mais alta taxa de crescimento no Brasil. Em torno de 7 GW em novos projetos já foram contratados. O potencial eólico brasileiro é estimado em 300 GW e as expectativas do mercado apontam para a contratação de 2.5 GW por ano até 2020.

“Este acordo com a Casa dos Ventos é um importante passo para consolidar a presença da Alstom no mercado eólico do Brasil e da América Latina. A empresa está constantemente desenvolvendo suas tecnologias, ofertas e sua presença industrial para atingir as expectativas na área”, afirma Marcos Costa, Presidente da Alstom Brasil. “A empresa já instalou ou está instalando mais de 2.300 aerogeradores em todo o mundo, o equivalente a uma capacidade total de mais de 3.200 MW.”

Complementar ao projeto com a Casa dos Ventos, a Alstom conta com outros três contratos no mercado eólico nacional. O primeiro, cujo valor é de € 100 milhões, foi assinado em julho de 2010 com a empresa brasileira Desenvix, uma subsidiária do grupo Engevix, para um complexo de 90 MW na Bahia, incluindo 10 anos de operação e manutenção.

O complexo de Brotas é composto por três parques eólicos equipados com 57 aerogeradores Alstom ECO 86, com capacidade de 1.67 MW cada.

Em 2011, a empresa assinou um contrato de aproximadamente €200 milhões para o fornecimento e manutenção a três parques eólicos da Brasventos S.A, que serão instalados no Estado do Rio Grande do Norte. O contrato inclui fornecimento, instalação, comissionamento e manutenção de longo prazo dos aerogeradores ECO 86.

Por fim, a Alstom assinou em 2012 um contrato com a Odebrecht Energia para equipar quatro parques eólicos no Sudeste do Brasil. Os parques Corredor do Senandes II, III e IV, e Vento Aragano I, localizados no Rio Grande do Sul, terão capacidade total de 108 MW.

A Alstom vai fornecer, instalar e comissionar 40 aerogeradores ECO 122, com capacidade unitária de 2.7 MW. Além dos aerogeradores, a Alstom será responsável pelo fornecimento e montagem dos sistemas elétricos e subestações de todo o complexo.