Sistemas Autónomos/Isolados

nova-legislacao-micro-producao

No caso de não dispor de espaço ou de condições para desenvolver toda a estrutura para que a sua habitação seja auto-suficiente a nível energético pode optar por um sistema isolado.

Os Sistemas isolados são sistemas constituídos por um conjunto de painéis ou micro-aerogerador, um regulador de carga, uma ou mais baterias e um inversor.

Os reguladores de carga são os responsáveis pelo controlo da carga das baterias. Por sua vez as baterias deverão ter capacidade suficiente para alimentar as cargas durante a noite ou durante dias com baixos valores de exposição solar.

Vantagens

Alta fiabilidade: não tem peças móveis, o que é muito útil em aplicações em locais isolados.
A fácil portabilidade e adaptabilidade dos módulos permite montagens simples e adaptáveis a várias necessidades energéticas. Os sistemas podem ser dimensionados para aplicações de alguns miliwatts ou de kilowatts.

O custo de operação é reduzido: a manutenção é quase inexistente: não necessita combustível, transporte, nem trabalhadores altamente qualificados.
Qualidades Ecológicas: o produto final é não poluente, silencioso e não perturba o ambiente.

Os sistemas autónomos são essencialmente compostos por

  • Painéis fotovoltaicos
  • Regulador de Carga
  • Aerogerador
  • Inversor
  • Baterias
  • Instalações isoladas da rede eléctrica
  • Casa de campo ou férias
  • Fornecimento de aldeias afastadas e zonas em via de desenvolvimento
  • Fornecimento de energia de emergência, protecção civil
  • Equipamentos médicos com energia eléctrica
  • Sistemas de bombas (Ex.: abastecimento de água e regas)
  • Telecomunicações
  • Iluminação de rua
  • Sinalização rodoviária