A plataforma EnVentus vai permitir reduzir os custos das eólicas no mercado. Inicialmente a EnVentus estará disponível através dos modelos V150-5.6MW e V162-5.6MW; que conseguirão cobrir as condicionantes do vento alto, médio e baixo.

O CEO da Vestas, ANders Runevad, falou sobre este feito.

EnVentus é um grande feito, devido a todos os que fazem parte da Vestas e irá permitir-nos dar resposta às crescentes necessidades dos clientes em termos de personalização e redução dos custos da energia. O nosso esforço por obter resultados inigualáveis na indústria, quanto a rentabilidade e rendas, permitiu-nos ter recursos para desenvolver esta nova plataforma de primeira qualidade. Em 2018 tivemos um recorde de pedido e uma capacidade instalada acima de 100GW, a EnVentus vem assim representar outro passo para alcançar o objetivo da Vestas se tornar líder mundial em soluções de energia sustentável”.

Projeto EnVentus

A EnVentus é a primeira plataforma que a Vestas lança em 8 anos! Combina a tecnologia comprovada e os projetos dos sistemas das suas plataformas de 2MW, 4MW e 9MW, com modularidade avançada, tudo com o intuito de baixar o custo da energia de forma eficiente e fiável!

O seu lançamento permitirá criar vantagens de escala e oportunidades de otimização que permitirão dar resposta às necessidades atuais e futuras de toda a cadeia de valor, como ciclos de projeto ou transporte.

Desde 1979 que a Vestas se encontra no mercado da energia eólica. Com este novo projeto, EnVentus, e os seus dois modelos, junta-se o passado à inovação, estabelecendo-se ainda mais líderes do mercado tecnológico.

Introdução da Vestas EnVentus
Introdução da Vestas EnVentus

A EnVentus foi pensada e desenvolvida tendo por base a modularidade avançada, possibilitando assim ao mercado soluções personalizadas ao mesmo tempo que a cadeia de valor é otimizada.

Anders Vedel, diretor da Tecnologia da Vestas diz que “estou orgulhoso por cada um dos funcionários Vestas, que tornaram possível o desenvolvimento desta nova plataforma. Demonstraram uma vez mais que a Vestas conta com as mentes mais apaixonadas e inovadoras da indústria”.

Modelos EnVentus

Os dois primeiros modelos desta nova plataforma, a V162-5.6MW e V150-5.6MW, podem ser usados mundialmente e vão-se juntar à ampla gama de turbinas eólicas de 2MW e 4MW já existentes. Os clientes terão assim uma combinação inigualável de eólicas donde obterão o máximo de rendimento em qualquer localização.

Estas turbinas têm um conversor “full-scale”, capaz de dar resposta aos requisitos das redes mais complexas existentes nos vários mercados. O conversor está combinado com um gerador de ímanes permanentes para tirar o máximo proveito do sistema. O sistema está todo equilibrado sobre um rotor de potencia de velocidade média.

Vestas V162-5.6MW

Com uma área de varredura superior a 20000m2, a V162-5.6MW, tem o maior rotor eólico terrestre. Rotor que lhe dá o estatuto de líder na produção en

ergética da industria.

Juntamente com um elevado fator de capacidade, a V162-5.6MW, proporciona um aumento de 26% da produção de energia anual quando comparada com a V150-4.2MW. Isto dependendo das condições especificas da localização do parque eólico.

Situação que é relevante consoante as condições de vento médio e baixas, mas também em vento alto. Como referi, tudo depende das condicionantes do local de instalação.

Vestas V150-5.6MW

A eólica V150-5.6MW vai usar o atual rotor de 150 metros, que se adaptará às velocidades de vento mais altas, sendo que assim passa a ter mais aplicabilidades no mercado.

Esta terá um gerador maior, o que fará com que a produção anual irá aumentar em cerca de 30%, quando comparada com a V136-4.2MW. Isto dependendo das condições especificas da localização do parque eólico.

Estará indicada para instalações cujas condições de vento sejam médias e altas.

Vídeo de apresentação Vestas EnVentus

Quanto teremos as EnVentus instaladas?

O primeiro protótipo da V162-5.6MW será instalado em meados de 2020, estando a produção em série prevista para esse mesmo ano! Quanto à V150-5.6MW será instalada durante o segundo semestre de 2019, com produção em série prevista para meados de 2020.

Estes novos modelos estão destinados para o mercado terrestre, mas poderão vir a ser usados em alto mar.

O porquê do nome EnVentus?

Advém de uma combinação de Energy (energia), Environment (meio ambiente) e Invent (inventar) e Ventus (denominação latina de Vento).

Vestas conclui dizendo que “une num só conceito o legado pioneiro e inovador com a energia eólica e o objetivo de a empresa vir a liderar a transição mundial para um sistema de energia mias sustentável”.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here