Veículos elétricos

Os veículos elétricos vieram para mudar a vida das pessoas e melhorar o meio ambiente. São cada vez mais uma opção para quem faz poucos quilómetros diariamente.

Estudos demonstram que mais de 9 mil morrem devido à poluição ambiental, isto em Portugal, segundo dados da Agência Europeia do Meio Ambiente. Por toda a Europa, são mais de 500 mil as fatalidades.

Grande parte da poluição atmosférica deve-se aos atuais veículos a combustão, seja gasolina ou gasóleo. Felizmente nos últimos anos, a emissão de poluentes tem vindo a baixar, fruto de novas políticas redução de emissão de gases. Mas ainda assim o ar continua muito poluído!

E nesse sentido os carros elétricos estão a ser vistos como grande solução para reduzir essas emissões de gases poluentes, em especial nas grandes cidades.

Grandes marcas já apostam em veículos elétricos, são casos da Tesla, BMW, Mercedes, e mesmo marcas mais pequenas, como Renault, Toyota, Hyundai. Um pouco por toda a Europa são oferecidos benefícios fiscais a quem optar por adquirir um veículo elétrico em detrimento de um veículo a combustão.

E para acompanhar e incentivar a compra deste tipo de veículos, tem-se vindo a desenvolver as redes de pontos de carregamento para veículos elétricos.

O que é um veículo elétrico?

É um conceito recente na indústria automóvel, em que é usada apenas eletricidade para se mover. Eletricidade que se encontra acumulada em baterias recarregáveis.

As grandes marcas começaram por oferecer veículos híbridos, funcionam a eletricidade como a gás, mas o objetivo passa por ser totalmente elétrico.

Pode-se dizer que o número de veículos elétricos a circular ainda é reduzido, quando comparado com os valores totais de venda de veículos automóveis. Se bem que os números vendidos aumentam de mês para mês…

Para isso tem contribuído a aposta das marcas automóveis, bem como dos consumidores, e muito devido às ofertas que têm surgido no mercado, com os preços a descer e a oferta a subir. Além disso, os governos oferecem incentivos a quem for proprietário de um veículo elétrico.

Moto Elétrica - TC MAX da Super Soco
Moto Elétrica – TC MAX da Super Soco

Vale a pena investir num veículo elétrico?

Investir num veículo elétrico tem as suas vantagens e desvantagens.

Cada vez mais países oferecem benefícios fiscais a quem optar por estes veículos elétricos – são menos poluentes – entre outras vantagens.

Vantagens dos veículos elétricos

  • Acabam com as emissões de CO2, contornando as limitações em determinados centros urbanos, que impedem a circulação de veículos a combustão
  • Ajuda a reduzir as alterações climáticas e poluição
  • Redução da poluição sonoro, pois são mais silenciosos
  • Têm um custo menor aquando da utilização, pois a eletricidade é mais barata que os combustíveis fósseis
  • Manutenção mais barata e mais espaçada
  • Garantem uma experiência de condução mais agradável
  • Bons benefícios fiscais para quem adquirir – tanto particulares como empresas
  • Grande comodidade, pode carregar as baterias no conforto da sua casa

Mas nem tudo é bom…

Desvantagens dos veículos elétricos

  • Autonomia baixa, quando comparado com os veículos de combustão, os veículos com maior autonomia rondam os 500km. São excelentes opções para andar em meio urbano a curtas distâncias
  • Necessitam de carregamento, a rede de carregamento rápido ainda não está bem difundida, existindo muitos pontos de carregamento nas cidades e poucos nos arredores.
  • Tempo de carregamento demorado, demora mais tempo a carregar as baterias do que a atestar um depósito de combustível fóssil
  • Baterias ainda não estão bem otimizadas, tendo um curto espaço de vida útil
  • Preço elevado, para já, com pouca oferta e tecnologia ainda em desenvolvimento, o preço de aquisição deste tipo de veículos é dispendioso. Mas com o desenvolvimento e aposta a larga escala nestes veículos pode vir a ser barato

Mais sobre as vantagens e desvantagens do Carro Elétrico VS Gasolina.

Benefícios fiscais para compra de veículos elétricos em Portugal

Em 2019 o benefício fiscal para aquisição de veículos elétricos em Portugal vai continuar. Em 2018 o valor de benefícios ascendeu aos 2,65 milhões de euros, agora vai subir para 3 milhões de euros.

Assim, já pode fazer a sua candidatura ao cheque através deste link. É que no passado dia 5 de março de 2019 foi publicado o Despacho Nº 2210/2019 que inclui o Regulamento para a atribuição de Incentivo pela Introdução de Veículos de Baixas Emissões (2019).

Estes incentivos não são apenas para veículos elétricos ligeiros e motociclos. São também para bicicletas elétricas.

Sendo estes os valores aplicados:

  PESSOAS SINGULARES PESSOAS COLETIVAS
VEÍCULOS LIGEIROS 3000€

1 incentivo por candidato

2250€

4 incentivo por candidato

MOTOCILOS DUAS RODAS E CICLOMOTORES 20%, até máximo de 400€

1 incentivo por candidato

BICICLETAS ELÉTRICAS 250€

1 incentivo por candidato

Mas com uma ressalva… veículos elétricos que custem mais de 62500€ não têm direito a cheque de benefício fiscal.

Quem adquirir um veículo elétrico com recurso a este programa de apoio, terá que manter os veículos elétricos em sua posse por um período mínimo de 24 meses, e não os podem exportar!

Saiba mais na página do Fundo Ambiental.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

3 COMENTÁRIOS

  1. Olá a todos, gostaria de saber se o benefício fiscal é só aquando da compra de um elétrico novo ou também é aplicado em semi-novos / usados? Obrigado pelo esclarecimento. Cumprimentos, AS.

  2. “Grandes marcas já apostam em veículos elétricos, são casos da Tesla, BMW, Mercedes, e mesmo marcas mais pequenas, como Renault, Toyota, Hyundai. Um pouco por toda a Europa são oferecidos benefícios fiscais a quem optar por adquirir um veículo elétrico em detrimento de um veículo a combustão.”

    Grandes marcas?!?!?!? BMW, Mercedes!?!?!?!?!? Só se forem de motores a gasóleo e gasolina. E ainda por cima pouco fiáveis.

    Toyota pequena marca? Quem escreve isto? Um analfabeto?
    Como pode escrever uma barbaridade destas? Está a receber alguma coisa dessas marcas? Tem ideias pré concebidas?

    “A Toyota é conhecida por produzir carros, no entanto tem muitas Empresas de outros ramos de atividade:

    -Produção e venda de barcos e respetivos motores e produção de empilhadores e outros equipamentos industriais.

    -Setor imobiliário. Desde 1975 constrói casas, estando em constante evolução o desenvolvendo de novas técnicas de construção, criação de condomínios, assim como projetos de habitação para arrendamento pela Toyota Housing Corporation que a partir da 2004 constituiu-se uma Empresa autónoma.

    -Pioneira na área da biotecnologia e agricultura, incluindo a pesquisa de produtos de apoio às plantações, à base de plantas sustentáveis para utilização nos processos de produção, como uma alternativa mais ecológica aos convencionais plásticos.”

    “A primeira geração do Toyota Prius foi lançada no mercado japonês em 1997 e foi o primeiro produzido em série. Em 2001 foi lançado em outros mercados a nível mundial.”

    Onde estavam os Mercedes e BMW nessa época? A desenvolver motores a gasóleo. (Visionários). 😀

    https://www.motor24.pt/motores/marcas-japonesas-dominam-lista-carros-fiaveis-tesla-das-expectativas/

    Não vejo aí nesse artigo as grandes marcas.

    Enfim……

    Continuo com o meu Toyota pequeno a passar inúmeras vezes por BMW e Mercedes grandes parados nas bermas das estradas. Boas viagens (de reboque) é o que lhes desejo. Sem nunca parar ao longo de 13 anos de fiabilidade ensurdecedora.

  3. 500 km é baixa autonomia?!
    Baterias com vida útil pequena?!
    Mau serviço que estão a prestar aos veículos elétricos…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui