UPS veículos frota de gás natural

A UPS acaba de anunciar um plano de construção de mais cinco estações de abastecimento de gás natural comprimido (GNC) o qual inclui ainda mais de 700 novos veículos de GNC, 400 semi-tratores e 330 caminhões terminais.

Este investimento de 130 milhões de dólares em capacidade de GNC, surge no seguimento dos investimentos que têm vindo a ser feitos pela UPS e que ascendem a 100 milhões de dólares em 2016 e 90 milhões de dólares em 2017.

Entre 2008 e 2018, a UPS investiu mais de mil milhões de dólares em veículos de combustível alternativo, tecnologia avançada e estações de abastecimento.

“Acreditamos firmemente que estes novos investimentos na nossa frota de gás natural são fundamentais para alcançarmos as nossas metas de longo prazo para a redução das emissões de CO2”, afirmou Carlton Rose, Presidente de Manutenção e Engenharia de Frota Global da UPS.

“Demonstrámos a eficácia dos veículos a gás natural e combustível em 2017, tendo registado um consumo de mais de 291 milhões de litros equivalentes na nossa frota terrestre. A UPS assume-se como um catalisador para a adoção de veículos a gás natural em larga escala.”

A construção de maior capacidade de GNC e gás natural liquefeito (GNL) constitui um motor importante para aumentar o uso de gás natural renovável (GNR) por parte da UPS. Quando comparado com o diesel convencional, o GNR permite até 90% de redução nas emissões de gases com efeito de estufa ao longo do ciclo de vida.

No ano passado, a UPS consumiu mais de 56 milhões de litros de equivalentes de GNR. A empresa é o maior consumidor de GNR no setor dos transportes.

As cinco novas estações de GNC ficarão instaladas em Goodyear, no Arizona, Plainfield, no Indiana, Edgerton, no Kansas, Fort Worth e Arlington, ambos no Texas. Quatrocentos semi-tratores serão fornecidos pela Freightliner e pela Kenworth e 330 caminhões terminais pela TICO.

A UPS vai colocar em operação os novos veículos de GNC em rotas que utilizem as novas estações de GNR, e também vai aumentar as frotas de gás natural existentes noutros postos da UPS, incluindo Atlanta, Geórgia, e Salt Lake City, no Utah.

A UPS opera atualmente mais de 50 estações de abastecimento de gás natural estrategicamente localizadas nos EUA e no estrangeiro, nomeadamente em Vancouver, no Canadá, e Tamworth, no Reino Unido.

Esta iniciativa vai ajudar a UPS a atingir a sua meta: em 2020 um em cada quatro novos veículos comprados serão de combustível alternativo ou um veículo de tecnologia avançada.

A empresa também estabeleceu como meta substituir 40% de todo o combustível terrestre por outras fontes para além da gasolina e do diesel convencionais. Estes objetivos estão em linha com o compromisso da UPS de reduzir em 12% as suas emissões de gás com efeito de estufa das operações terrestres globais, até 2025.

Usando a abordagem “Rolling Laboratory”, a UPS utiliza aproximadamente 9.100 veículos de baixa emissão para determinar que tecnologia funciona melhor em cada configuração de rota.

Esta metodologia inclui veículos completamente elétricos, híbrido-elétricos, híbrido-hidráulicos, movidos a etanol, gás natural comprimido, gás natural liquefeito e propano.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO...