carro-eletrico-portugues-veeco-rt

O Veeco é o primeiro carro desportivo e elétrico que vai ser produzido em Portugal, com uma autonomia até 400 quilómetros, é amigo do ambiente e só gasta 1€ por cada 100 quilómetros.

O protótipo do Veeco foi apresentado ao público pela primeira vez em 2012 e vai começar a ser comercializado no início de 2016 a partir de Vila Nova de Gaia, onde ficará a fábrica.

O fundador da VE – Fabricação de Veículos de Tração Elétricos, João Oliveira garante que o VEECO já tem encomendas que vão absorver todas as unidades produzidas em 2016, o que parece ser um claro sinal do sucesso esperado para o primeiro carro elétrio Português.

O projecto para o desenvolvimento deste veículo eléctrico de três rodas arrancou em 2009, com apoio de fundos comunitários, tendo contado com a colaboração do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa e a fábrica Fibrauto, de Vila Nova de Gaia.

Video do VEECO RT em Lisboa

O Veeco representou um investimento de dois milhões de euros, foi desenvolvido na VE no Entroncamento, o chassis vem da NCP de Aveiro e a carroçaria foi feita em Gaia, na Fibrauto. Actualmente com 50 trabalhadores, prevê criar mais 20 postos de trabalho com este projeto do VEECO.

O VEECO possui dois lugares e três rodas, este carro eléctrico tem autonomia para 400 quilómetros garantidos devido à sua elevada eficiência.

O sistema de tração, com motor de indução e variador eletrónico de velocidade de 30 kW (nominal) a 80 kW (pico), permite superar os 160 km/h de velocidade máxima e cumprir a aceleração dos 0 aos 100 km/h em 8 segundos.

O Veeco será produzido na Fibrauto, em Serzedo, terá três versões diferentes e os preços vão variar entre 23 a 25 mil euros.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

7 COMENTÁRIOS

  1. Por 2 milhões de investimento, é incrível o que nós fazemos com tão pouco!!!
    400km de autonomia fantástico, 160km/h muito bom.
    É com certeza o começo de algo muito Grande…na minha humilde opinião o passo está dado, os melhoramentos têm de se fazer essencialmente no Design/conforto (18 anos aos 80 anos) e a tecnologia informática, é essencial, os tubarões do Futuro são e vão ser; Apple, Samsung, IBM, nos carros do futuro.
    O segmento do carro "citadino" muito bem pensado!!
    Eu vou ser comprador concerteza!!! Parabéns.
    Nota; A devido tempo depois de bem testado, é necessário um bom trabalho de Marketing Nacional( 1º fase) e Internacional, aconselharia inicialmente com apoios do Estado que o carro fosse bem mais barato em Portugal para enchermos Portugal de Veecos, façam as contas da entrada em Portugal de Turistas por mês!!

  2. Não tenho qualquer dúvida sobre o carro, bom bonito, talvez um pouco caro, mas compreende-se, devido à falta de apoios e à baixa produção, mas é um projeto de louvar, alguém que invente alguma coisa neste país sem vender a patente aos estrangeiros, o que é de lamentar é os comentários negativos de pessoas que só podem ser muito infelizes na vida.

  3. Péssimo clip em termos de imagem: música terrível, a comparação com o Porsche é, no mínimo, infeliz. O veículo até tem bom aspecto. Sugiro uma BOA equipa de Marketing para o promover.

  4. Muito caro. Não somos informados de quanto tempo demora a abastecer. E perfeitamente inútil para quem, vivendo num apartamento, não tenha acesso a uma tomada na garagem comum.

    • Não terá a mínima hipótese de sucesso. É um projeto falido á partida.
      O facto de só ter 3 rodas e 2 ocupantes vão levá-lo ao desastre.
      Por 25 mil euros é um autêntico roubo.
      Esta notícia é conversa para "boi dormir".

      Por 30 mil pode-se comprar um carro a sério, com 5 lugares e bateria já incluída no preço sem mensalidades.
      Falo do NISSAN LEAF (http://www.nissan.pt/PT/pt/vehicle/electric-vehicles/leaf/prices-and-equipment/prices-and-specifications.html)

      Designers e engenheiros da treta dá nisso.

      • Acho piada a este tipo de comentário…o camarada percebe alguma coisa de engenharia ou automóveis? Isto é um carro de nicho para gente que quer ter um brinquedo para se divertir com custos contidos! Eu já andei num e garanto que a diversão é garantida e os custos bem contidos.

        Claro que vindo de alguém que diz que um Leaf é um carro a sério não seria de esperar muito…deve ser daqueles que aprecia carros pelo forum autohoje mas nunca na realidade meteu as mãos num.

        Conheço o Sr. João Oliveira pessoalmente e posso dizer que é um grande empreendedor e que pegou numa equipa extraordinária e fez uma empresa familiar que criou um produto, algo que muitos destes comentadores de secretária não fazem a mínima ideia do que custa.

        Claro que é só para aquela meia centena que se sabe divertir com um automóvel e não para aqueles que querem automóveis para ir ao pão e vão com o costado em cima do volante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here