Como produzir eletricidade na Lua

Proposta forma de produção fotovoltaica ininterrupta sem armazenamento, para fornecer as futuras colónias na lua.

Produção fotovoltaica de forma contínua na lua

Cientista propôs uma forma de produção fotovoltaica contínua, na lua, sem usar qualquer tipo de armazenamento.

A proposta passa por instalar painéis fotovoltaicos em torno de um anel latitudinal de 360 graus próximo a um dos polos da lua. Com essa disposição não haveria sombreamento entre matrizes, matrizes fotovoltaicas verticais estáticas e matrizes fotovoltaicas montadas em rastreadores verticais de eixo único passavam a ser estruturas viáveis.

Esta proposta tornaria viável a instalação de fábricas de oxigénio na lua, sem necessidade de armazenamento de energia. O estudo foi publicado e intitulado “Uninterrupted photovoltaic power for lunar colonization without the need for storage”, na revista Renewable Energy.

Como produzir eletricidade na Lua
Produção fotovoltaica de forma contínua na lua

Aplicabilidade do projeto de produção fotovoltaica permanente

Segundo o estudo, para produzir continuamente oxigénio, as fábricas iriam necessitar de 10MW de capacidade solar continua. O investigador diz que a instalação de painéis fotovoltaicos num anel latitudinal de 360 graus próximo a um dos polos da lua, possam fornecer as fábricas de produção de oxigénio continuamente e sem qualquer necessidade de armazenamento.

Dessa forma, não haverá sombreamento entre matrizes, tanto as matrizes fotovoltaicas verticais estáticas e matrizes fotovoltaicas montadas em rastreadores verticais de eixo único passariam a ser estruturas viáveis.

Esta estratégia explora a ausência de uma atmosfera lunar, a inclinação quase nula do eixo polar da lua em relação ao plano eclíptico, condições lunares que permitem linhas de transmissão baratas de baixa massa e um diâmetro lunar muito inferior ao da Terra.

Colonizar a Lua

O desafio de colonizar a Lua, é ter um fornecimento continuo de energia para a produção de oxigénio.

Foram já estudadas possibilidades de usar a energia nuclear ou sola, com armazenamento, mas este novo estudo veio demonstrar que a produção fotovoltaica continua sem armazenamento será a solução mais eficiente.

O investigador atestou isso mesmo… “A minha solução tem uma massa especifica muito abaixo de todas as alternativas apresentadas até agora, nomeadamente um baixo kg/wK, que é essencial para instalações lunares acessíveis e viáveis, com custos iniciais e instalação superiores a 1000000$/Kg.

Esta nova solução apresenta um fator 100 vezes melhor que a energia fotovoltaica com armazenamento. Pode ainda ser considerada um fator 6 vezes superior à solução agora apresentada pela NASA de usar reatores nucleares para acionar turbinas e geradores convencionais”.

A NASA já veio dar a conhecer a possível intenção de trocar o seu plano de fornecer as colónicas lunares com energia nuclear pela energia fotovoltaica continua sem armazenamento.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui