Preço dos painéis solares

Preço dos painéis solares subiu no primeiro semestre de 2021

Durante a pandemia o preço do polissilício aumentou cerca de 175% durante o primeiro semestre de 2021, facto que levou ao aumento do preço dos painéis solares!

É que o polissilício é um dos componentes essenciais do painel solar, é esperado que até meados de 2022 o seu preço se mantenha alto, conclusões do IHS Markit!

Aumento generalizado do preço dos painéis solares

Os custos gerais de produção de painéis solares aumentaram assim, cerca de 5,9 % durante o primeiro trimestre de 2021, pois houve aumento dos restantes componentes na cadeia de fornecimento de painéis, aumento de preços nas células solares, camadas e vidro…

Para o consumidor, este aumento do preço dos painéis solares representa um aumento de cerca de 3,7 % no valor de venda ao público do painel solar durante o primeiro trimestre de 2021.

Os fabricantes de painéis solares absorveram parte desses aumentos, reduzindo a sua margem de lucro durante o mesmo período, mesmo quando a procura por painéis solares aumentou, depois de ter havido uma menor procura durante a pandemia Covid-19 no início de 2020!

Custo do polissílicio influencia preço dos painéis solares

Ainda segundo a análise do IHS Markit, é pouco provável que os preços do polissílicio baixem antes de meados de 2022, que será quando os níveis de produção sejam repostos a valores pré-pandemia, e assim o mercado sairá aliviado.

O aumento do preço dos painéis solares deve-se ainda à maior procura pela energia solar, bem como a guerra comercial que existe entre os EUA e a China.

Não é expectável que a proibição de importação e exportação da Administração Biden imposta em junho perante um pequeno grupo de produtores chineses de polissilício por utilizar mão de obra forçada nas suas fábricas venha a afetar a produção chinesa de polissilício.

Espera-se assim que a capacidade de produção de polissilício chinesa duplique até 2025, acompanhando a crescente procura pela energia solar!

A maior parte das novas instalações de produção de polissilício estão a ser desenvolvidas na China, na periferia da província de Xinjiang. E os fabricantes não estão apenas a construir novas instalações na periferia da província de Xinjiang para reduzir riscos, mas também para ficaram mais independentes da região.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui