Carro Elétrico e-up Volkswagen

Preço do carro elétrico modelo E-UP da Volkswagen foi alvo de revisão e o fabricante vai apostar na redução do preço em cerca de 4000 euros.

A Volkswagen percorreu um longo caminho, mas continua a apostar no futuro do modelo citadino e-up!, totalmente elétrico. Embora apenas consiga percorrer até 160 quilómetros (em ciclo NEDC) com uma carga, esta é a distância perfeita para uma condução diária. Afinal, cerca de 80% dos condutores não perfazem mais do que 50 quilómetros por dia.

Com um motor elétrico de 82 cavalos de potência, alimentado por uma bateria de 18,7 kWh, o modelo e-up! apresenta baixos custos de manutenção e não liberta emissões de CO2. Tanto o interior como o exterior do e-up! é uma verdadeira atração repleta de elegantes detalhes. Para torná-lo mais acessível ao público, o construtor alemão decidiu diminuir o seu preço.

Até aqui, em vigor no mercado alemão, o seu companheiro ideal para o dia a dia custava 26.900 euros. Mas, a Volkswagen retirou 3.925 euros e, atualmente, o e-up! elétrico custa 22.975 euros. Em Portugal, este modelo também promete tornar-se bastante competitivo.

Carro Elétrico E-Up Volkswagen - Interiores
Carro Elétrico E-Up Volkswagen – Interiores

O e-up! consome 11.7 kWh aos 100 quilómetros, perfazendo um total de 1,76 euros (se o preço da eletricidade se mantiver nos 15 cêntimos por kWh). É claramente um modelo bastante económico e a VW deverá apresentar um preço mais aliciante em Portugal, sendo “fortemente reposicionada, apesar de não estar fechado o valor final”.

A Volkswagen é uma das marcas dentro da Europa que mais tem apostado nos veículos elétricos da nova geração, mas só vai disponibilizá-los no início de 2020. Por agora, oferece um motor elétrico no e-up! e no e-Golf.

O futuro I.D. deverá chamar-se Neo e a marca alemã promete igualar o preço do elétrico à versão diesel do Golf que custa 23.500 euros (em Portugal, o valor é mais elevado por causa do IVA). Será maior, mais potente, com uma autonimia de 330 km em WLTP ou 500 km em NEDC, incorporando uma bateria de 48 kWh.

A baixa de preço do e-up! vai obrigar a novas estratégias por parte dos concorrentes, nomeadamente o Nissan Leaf e o Renault Zoe que, hoje em dia, praticam preços acima dos 30.000 euros. Por sua vez, um cliente pode ficar indeciso entre o e-up! e o futuro I.D., podendo tomar a opção de aguardar mais uns tempos.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  Subscrever  
Notificação de