Piso Radiante - Aquecimento

O piso radiante é considerado por muitos como o sistema de aquecimento mais eficaz. E é um tipo de aquecimento que devemos considerar sempre que pensarmos em construir ou renovar uma habitação.

Através deste artigo irei dar a conhecer o meu ponto de vista de como o piso radiante por água é o ideal para aquecer a sua habitação, obter um grande conforto térmico, além de grandes poupanças na fatura de eletricidade.

Como funciona o sistema de aquecimento por piso radiante?

No inverno pés quentes, cabeça fria”, é um provérbio que dá a entender como funciona o aquecimento por piso radiante, sendo este um sinal de conforto, pois a temperatura do ar à altura dos pés é superior do que a temperatura do ar à altura da cabeça.

Isso porque o aquecimento é feito debaixo para cima… como o nome indica. É a partir do chão que o calor é irradiado. Mas como?

O funcionamento do piso radiante é simples, é uma rede de tubos de polietileno reticulado ou polibutileno, instalados por baixo do pavimento e por cima uma argamassa auto-nivelante. Através desses tubos, circula a água quente a uma temperatura entre 30ºC e 45ºC!

De lembrar que um sistema de aquecimento com radiadores tradicionais implica o uso de uma temperatura em torno de 70ºC!

Como é instalado o sistema de aquecimento por piso radiante?

A instalação de um piso radiante é simples pois:

  • São usados elementos pré-fabricados
  • E sobre esses elementos encontra-se a tubagem
  • A tubagem é instalada tipo serpentina, dupla serpentina ou em espiral
  • Através dessa tubagem circula água quente que provém de um sistema de aquecimento de calor (bomba de calor, caldeiras de condensação, etc.)

Para se instalar um piso radiante, tem que saber de antemão que este é composto por vários elementos como:

  • Caixas coletoras de piso radiante
  • Isolamento lateral
  • Polietileno
  • Painel isolamento de piso radiante
  • Tubagem do piso radiante
  • Acabamento com argamassa auto-nivelante

Caixas coletoras de piso radiante

Estas caixas são instaladas ou embutidas na parede, de modo a que saia o circuito para o piso radiante. Faz a ligação entre a tubagem do piso radiante, entrada e retorno de água, até à fonte de aquecimento (bomba de calor, caldeira).

Piso Radiante - Aquecimento - Caixas Coletoras
Piso Radiante – Aquecimento – Caixas Coletoras

Isolamento lateral em todo o perímetro de instalação

À base de polietileno cujo objetivo é absorver as dilatações produzidas pela argamassa de cimento colocada por cima da tubagem, devido ao seu aquecimento e arrefecimento.

Fixa-se à parede das áreas a instalar o sistema, desde o solo até à parte superior do pavimento.

Piso Radiante - Aquecimento - Instalação
Piso Radiante – Aquecimento – Instalação

Polietileno para piso radiante

Barreira anti humidade entre o solo e a superfície emissora de piso radiante colocada por cima. Tem o objetivo de evitar a subida de humidades por osmose.

Só deve ser instalado quando há risco de humidade no solo. Também pode vir logo de fábrica incorporado no piso radiante.

Painel de isolamento de piso radiante

O isolamento térmico do sistema é imprescindível em qualquer instalação de aquecimento por piso radiante. Para isso recorre-se a painéis de isolamento colocados sobre a tubagem.

Piso Radiante - Aquecimento - Painel Isolamento
Piso Radiante – Aquecimento – Painel Isolamento

Tubagem para piso radiante

Para a colocação do circuito desde os coletores recorre-se a tubagem de material plástico com barreira de difusão de oxigénio. Podem ser à base de polietileno ou polibutileno, indicados para este tipo de sistema de aquecimento!

Piso Radiante - Aquecimento - Instalação Tubagens
Piso Radiante – Aquecimento – Instalação Tubagens

Argamassa de nivelamento para piso radiante

Depois de instalado o sistema do piso radiante, há que nivelar o chão recorrendo a uma argamassa por cima de todo o sistema, argamassa que é auto-nivelante!

Recomenda-se uma espessura de cerca de 5cm desde a parte de cima da tubagem. Além disso, aquando da mistura da argamassa, há que adicionar um aditivo à água para se obter um contacto correto entre a argamassa e a tubagem emissora de calor, para evitar a entrada de ar, que iria levar à resistência térmica do sistema e a uma menor eficiência do mesmo.

Porque se considera o piso radiante como um sistema de aquecimento eficiente?

De modo sucinto, explico como o sistema de aquecimento por piso radiante é mais eficiente, tanto a nível económico, como de conforto!

  • Necessita de uma temperatura de impulsão de água muito baixa (30-45º), quando os sistemas de aquecimento por radiadores tradicionais precisam de água a 70-75ºC!
  • Por ser um sistema de aquecimento de baixa temperatura, consegue-se grandes poupanças quando se combina com um sistema de aquecimento de águas eficiente, como as bombas de calor aerotérmicas, geotermia, caldeiras de baixa temperatura ou condensação e energia solar térmica.
  • Se optarmos por uma bomba de calor, durante o verão podemos usar o piso radiante para refrescar a casa.
  • Ao usarmos temperaturas de água semelhantes à temperatura ambiente, há menos perdas de calor, logo o sistema de aquecimento acaba por ser mais eficiente.
  • É um sistema amigo do ambiente, devido ao baixo consumo.
  • Garante um grande conforto aos consumidores, pois elimina os problemas causados pelos demais sistemas de aquecimento (correntes de ar, estratificação, secura, etc.).

Quanto custa uma instalação de piso radiante?

O preço médio de uma instalação de piso radiante, ronda os 70 € por metro quadrado (aproximadamente). Valor que inclui todos os componentes acima mencionados.

O que devemos ter em conta para uma instalação de piso radiante?

O sistema de aquecimento por piso radiante é dos mais eficientes no mercado, mas há que ter em mente algumas coisas como:

  • Se combinado com sistemas de calor eficientes, será necessário um investimento inicial médio-alto, quando comparado com sistemas de aquecimento por radiadores, mas o retorno será mais rápido a curto prazo.
  • É um sistema adequado para trabalhar continuamente, ideal para habitações com grande ocupação, pois são sistemas de aquecimento com uma elevada inércia térmica, logo não convém estar sempre a ligar e desligar a caldeira.
  • Antes de optar por este sistema de piso radiante, tem que avaliar as condições da habitação, pois são necessários entre 5cm a 10cm de altura para poder instalar este sistema de aquecimento. Daí que seja ideal fazer um estudo prévio, tanto em obras novas, como em remodelações!

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  Subscrever  
Notificação de