Morte de aves nas centrais solares

Motivo das mortes dos pássaros nas centrais fotovoltaicas é ainda incerto

Todos os anos, dezenas de milhares de aves perdem a vida nas centrais solares fotovoltaicas e não há motivos aparentes para isso. Para minimizar esse problema, foi colocado em prática um observador por Inteligência Artificial.

O objetivo desse observador por Inteligência Artificial é ajudar a perceber a situação e até mesmo ajudar a resolver o problema.

É verdade que as centrais fotovoltaicas são consideradas como uma energia limpa e amiga do ambiente, só que todos os anos, milhares de pássaros mortos são encontrados nestas, o que acaba por manchar o registo de “energia amiga do ambiente”.

Como minimizar as mortes de pássaros nas centrais fotovoltaicas dos EUA

Desde 2013 que um grupo de empresas, académicos e organizações ambientais estão em campo para mitigar este problema, formaram mesmo um grupo de trabalho designado “Avian Solar Working Group”.

Esta problemática tem sido pouco investigada, nomeadamente o impacto que os sistemas solares têm sobre os pássaros. Tanto que um estudo de 2016 estimou o número de mortes de pássaros  em cerca de 140 mil por ano!

Ainda assim esse valor é mais baixo quando comparado com o número de pássaros mortos em centrais elétricas alimentadas por combustíveis fósseis. Mas ainda assim é uma situação preocupante que tem que ser investigada.

Até porque não há uma ligação confirmada entre a morte dos pássaros e as centrais fotovoltaicas! Mas uma das teorias que está a ser debatida é o facto de os pássaros confundirem os painéis solares com a superfície de um lago e tentarem aterrar sobre eles…

Mas esta é apenas uma hipótese levantada através da perspetiva humana. Pois não temos a certeza se os pássaros vêem da mesma forma que o ser humano!

A Inteligência Artificial pode ajudar a combater morte dos pássaros em centrais fotovoltaicas

O Departamento de Energia dos EUA já disponibilizou, apenas desde início deste ano, cerca de 1.3 milhões de dólares à equipa de investigação do Argonne National Laboratory, em Illinois. Um investimento para desenvolver a plataforma de Inteligência Artificial dedicada ao estudo da morte dos pássaros nas centrais fotovoltaicas.

Os investigadores contam também com a ajuda de ornitologistas para perceber o porquê de morrerem tantos pássaros nestes locais. É uma grande preocupação que urge mitigar!

Pássaros morrem nas centrais fotovoltaicas e não há explicação para isso
Pássaros morrem nas centrais fotovoltaicas e não há explicação para isso

Mortes de pássaros nas centrais fotovoltaicas são comunicadas

Infelizmente a comunicação da morte dos pássaros nas centrais fotovoltaicas dos EUA apenas é obrigatória em alguns Estados, sendo assim que milhares de mortes não são comunicadas e assim ficam fora destes números.

São também enviados técnicos para fazer a contagem dos pássaros mortos apenas uma vez por mês, sendo este também uma limitação da recolha de dados. Pois apenas se tem informação do número de mortes e não das causas da morte. Pois para se perceber as causas das mortes é necessária uma observação em tempo real.

E é aí que entra a Inteligência Artificial… mas ainda assim é complicado criar um algoritmo para reconhecer, de forma fiável, todos os pássaros num ambiente complexo. É que existem pássaros de todos os tamanhos, formas e cores diferentes!

Mas há outras dificuldades que o sistema vai ter que enfrentar, como o facto de serem instaladas no meio do nada e não existirem centros de dados próximos. Além de que o acesso à Internet é limitado.

Mas já está a ser colocado em prática um sistema de Inteligência Artificial, pela empresa Boulder AI. Conceberam um sistema de câmaras para processar os dados localmente e não num centro de dados distante, sendo que para já vai funcionar num local com pequenos painéis solares!

Com o sistema de Inteligência Artificial, os investigadores podem perceber de que forma o ambiente, o clima ou mesmo a hora do dia são responsáveis pelo comportamento dos pássaros e levam à sua morte!

O sistema está em testes em duas centrais fotovoltaicas no Illinois, e se tiver sucesso, será expandido para outras zonas e mesmo melhorar o desempenho do sistema!

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

2 COMENTÁRIOS

  1. Agora, são as centrais fotovoltaicas, há dois ou três anos, eram as torres eólicas, enfim! Os interesses do petróleo, gás, carvão e nuclear tem muito poder e muito a perder com as energias renováveis! Já alguma vez alguém se preocupou com os milhões de aves e outros animais de duas e 4 patas morrem anualmente por causa da poluição causada pelas energias poluentes?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui