Painéis Solares Económicos
Painéis Solares Económicos

Investigadores da Universidade NOVA revolucionam setor da Energia Solar

Equipa de investigadores do Centro de Investigação da CENIMAT-i3N, da FCT da Universidade Nova de Lisboa, em parceria com a Universidade de York desenvolveram um novo tipo de painéis fotovoltaicos que será mais acessível a toda a população!

Estes painéis solares vêm assim revolucionar o mercado da energia solar, pois serão mais leves e flexíveis em filmes finos, podem assim ser aplicados a várias estruturas e dispositivos que sejam expostos ao sol. Serão assim aplicados aos tejadilhos de um automóvel, mochilas, peças de roupa ou telemóveis.

O líder da equipa, Rodrigo Martins, disse ao Jornal Expresso, que este é “um conceito revolucionário para desenhar e arquitetar as células solares fotovoltaicas do futuro, com um rendimento 125% superior ao das atuais”.

Painéis solares fotovoltaicos ao preço de uma bateria automóvel

Manuel Mendes diz mesmo que “o painel é tão fino que pode ser enrolado e é mais barato porque usa menos material e é mais eficiente”, tendo ainda defendido que o “objetivo é abrir o mercado fotovoltaico para estar mais perto das pessoas e mais integrado no dia a dia, apostando na eletrónica de consumo”.

Explicou ainda a tecnologia por detrás que permite mais do que duplicar a conversão de energia dos painéis atuais, podendo mesmo “quebrar uma das limitações fortes que hoje existe nos sistemas fotovoltaicos, e obter um painel com um preço semelhante ao de uma bateria de telemóvel”.

Como se conseguiu esta nova tecnologia?

A equipa de investigadores da NOVA e de York recorreram a uma arquitetura diferente, com um design quadriculado para a face do painel em vez da tradicional superfície de tela plana. O que fez com que a taxa de difração aumentasse, que é o que mede a probabilidade de a luz solar ser absorvida.

Leia aqui a entrevista completa ao Jornal Expresso.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui