Painéis Solares AuREUS

Limitações dos painéis solares levaram a esta criação

O aparecimento dos painéis solares veio modificar o mercado da energia, tornando-a mais limpa e renovável. Ela que até começou a ser usada para outros fins que não os que está a ser usada hoje, mas é um dos métodos que permite produzir energia sustentável.

Mas sempre esteve acompanhada de um senão, é que apenas produz energia durante o dia, enquanto há sol. Depois quando este começa a “esconder-se” a eficácia do painel solar diminui.

Painéis solares sem necessidade de luz Solar

Principal limitação dos painéis solares pode ser ultrapassada

A energia solar é uma das principais fontes de energia limpa e renovável, mas todos os dias existem especialistas a procurar formas de a aproveitar ao máximo. Os painéis solares são alimentados por luz solar, mas quando esta não aparece, estes não produzem energia, logo todo o processo de transformação de energia diminui!

E nesse sentido, para melhorar esse processo de transformação de energia, Carvey Maigue, aluno da Universidade Mapua nas Filipinas, apresentou um painel solar que colhe a luz solar ultravioleta invisível, tendo com isso ganho o prémio Dyson Sustainability. Este processo permite produzir energia mesmo estado o céu coberto de nuvens que impede a passagem dos raios solares.

O objetivo, é que no futuro estes painéis solares possam ser instalados nas janelas e paredes de grandes edifícios, tornando-os ainda mais sustentáveis. E isso pode vir a ser possível, graças ao prémio que Carvey recebeu para aperfeiçoar o projeto, 35 mil dólares!

AuREUS, os painéis solares que produzem energia sem luz Solar

A este novo sistema de painéis solares foi dado o nome AuREUS, que significa Aurora Renewable Energy and UV Sequestration.

O AuREUS para funcionar recorre a partículas luminescentes de resíduos de fruta e vegetais que absorvem a luz solar ultravioleta. Depois convertem a luz ultravioleta em luz visível, sendo depois transformada em energia, através de uma película solar.

Carvey criou um protótipo do painel solar, de 90cm por 60cm, com recurso a calcário tingido de verde e instalou-o na janela do seu apartamento. Aquando do concurso conseguiu demonstrar que o equipamento conseguia gerar eletricidade para carregar dois telefones por dia.

Convertendo o protótipo à escala real, os painéis solares poderiam assim ser capazes de alimentar um edifício.

Outra mais-valia do painel solar é ser constituído por resina, o que lhe dá uma flexibilidade única, permitindo que seja usado de várias formas em diferentes contextos! Polivalência que permitirá a mais pessoas se aliem ao projeto, criando novas soluções de energia limpa e renovável.

Apresentação do sistema tecnológico AuREUS

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui