blank

Ficha técnica e oferta comercial como diferenciação dos melhores painéis fotovoltaicos 2020

Duas ferramentas de comparação entre os melhores painéis fotovoltaicos são a ficha técnica e a oferta comercial.

Saber ler a ficha técnica do fabricante de painéis fotovoltaicos, ou seja, a “especificação técnica do painel” é útil para comparar diferentes tipos de painéis fotovoltaicos, e assim um indicador para a qualidade destes, bem como do fabricante.

Como comparar a oferta comercial?

Na oferta comercial há que ter em conta os seguintes indicadores:

  • Garantia do produto

Uma garantia contra defeitos de fabrico do painel é importante, pois é uma indicação de fiabilidade do fabricante. Quanto tempo dura? O que cobre a garantia? Que fazer para manter a garantia ativa?

  • Preço do painel fotovoltaico

O custo, em termos de melhor relação qualidade-preço, é um indicador fundamental para ter em conta entre as várias ofertas. Painéis fotovoltaicos de qualidade nunca serão mais baratos, mas há que ter em cuidado… nem sempre o mais caro é o que tem melhor qualidade!

  • Apoio pós-venda

Como é feito o apoio pós-venda? Quem faz a manutenção ou substituição do painel fotovoltaico em caso de avaria? Quais os centros de apoio e assistência ao cliente certificados pela empresa sem perder a garantia?

Como analisar a ficha técnica do painel fotovoltaico?

Relativamente à ficha técnica, há muito a ter em conta. Desde pontos técnicos a elementos úteis que se podem usar como termo de comparação, mesmo por não profissionais do setor.

  • Eficiência dos painéis fotovoltaicos

Este é um valor percentual que indica a quantidade de radiação solar que chega às células fotovoltaicas e que é convertida em eletricidade. Esta eficiência varia atualmente entre 15% a 22%. Para uma boa comparação, há que ver a eficiência dos painéis solares fotovoltaicos que tenham o mesmo material (silício monocristalino, silício policristalino, silício amorfo ou camada fina).

  • Potência máxima do painel fotovoltaico

Valor expressado em Watts que indica o valor máximo de eletricidade gerada pelo painel. Esta varia entre um mínimo de 200W a 315W. potência que vai depender do tamanho do próprio painel fotovoltaico e do número de células fotovoltaicas no seu interior.

Há que ter cuidada com este indicador, pois a potência geral varia segundo as dimensões reais do painel fotovoltaico. E mais, este indicador, não é um indicador de qualidade do produto, o mesmo acontece com o ponto de voltagem máxima por painel.

  • Garantia de rendimento

É a garantia do desempenho do painel fotovoltaico ao longo do tempo. Os melhores painéis fotovoltaicos produzem energia constantemente ao longo de todos os anos, com um declínio fisiológico no rendimento assumido pelo fabricante.

Declínio que ronda os 1%-2% ao ano. E esse declínio e respetiva garantia estão certificados por organismos de certificação que utilizam laboratórios de certificação independentes da empresa produtora.

Por norma é dada uma garantia de produção, também chamada vida útil ao painel fotovoltaico de 10, 20 ou 30 anos. A essa vida útil é dada percentagens de tolerância positiva e negativa sobre o rendimento.

Um painel fotovoltaico pode ter uma produção garantida de 80%, ao fim de 15 ou 25 anos de funcionamento. Painéis fotovoltaicos com garantia para um rendimento de 80% ao fim de 15 anos têm uma qualidade inferior aos que têm garantia para um rendimento de 80% ao fim de 25 anos!

Este será assim um dos indicadores mais úteis para identificar a qualidade de um painel fotovoltaico.

  • Resistência mecânica

Indicador útil para se saber quanto peso pode aguentar o painel antes de quebrar. É expresso em kg por metro quadrado. Pensemos no impacto do granizo ou peso da neve sobre o painel fotovoltaico, praticamente todos os painéis são feitos com vidro temperado.

  • Resistência ao vento

Indicador que nos permite evitar danos graves em fenómenos meteorológicos extremos. Sendo colocados no telhado, os painéis fotovoltaicos estão expostos ao vento, como tal, têm que ficar bem fixos para não “voarem”.

  • Tipo de tecnologia celular

As células fotovoltaicas podem ser constituídas por silício monocristalino, silício policristalino, silício amorfo ou camada fina.

Os painéis fotovoltaicos de silício monocristalino têm uma maior eficiência de produção se expostos à luz direta (raios perpendiculares à superfície do painel). Os painéis fotovoltaicos de silício policristalino são um “intermédio” pois também produzem bem, mesmo sem os raios solares perpendiculares a incidir sobre o painel, mas têm uma eficiência de produção ligeiramente mais baixa que os painéis fotovoltaicos de silício monocristalino.

Os painéis de camada fina produzem bem mesmo com condições não adequadas (luz difusa – não direta), mais têm um nível de eficiência geralmente mais baixo que os anteriores. Assim, para cada tecnologia de construção do painel fotovoltaico há prós e contras.

  • Número de células fotovoltaicas que compõem o painel fotovoltaico

Em geral, cada painel tem um número de células que vai de 60 a mais de 80. Estes números de células afeta as dimensões dos painéis fotovoltaicos, mas não são considerados indicadores úteis para medir a qualidade e qual o melhor painel fotovoltaico do mercado.

  • Coeficiente de temperatura

Indicador importante que mede a diminuição da eficiência do painel fotovoltaico com o aumento da temperatura. É que os painéis fotovoltaicos submetidos a temperaturas elevadas vêm a sua produtividade baixar. Assim, este coeficiente de temperatura pode ser um elemento útil na comparação entre os painéis de diferentes fabricantes.

Cada painel tem ainda limites de temperatura fora dos quais não pode funcionar. Estes valores são indicados nas folhas de dados como temperaturas de funcionamento máxima e mínima. Por norma são valores muito diferentes entre os vários fabricantes.

  • Produção e assistência técnica

A origem da produção pode ser importante devido ao apoio técnico necessário em caso de avaria. Unidades de produção europeias por norma têm garantias de apoio ao cliente mais rápidas.

Mas a ter em conta que muitos dos locais europeus são apenas de montagem dos painéis fotovoltaicos, pois a origem destes é asiática. Mas ainda assim a garantia e o apoio ao cliente são rápidos e de qualidade. É que o mercado das energias renováveis é um mercado global, com empresas multinacionais, que contam com unidades fabris em vários países.

  • Método de produção

Os métodos de produção dos painéis fotovoltaicos também podem ser vistos como um indicador de qualidade, pois há vários métodos de produção, desde os automatizados, padronizados e com vários controlos de qualidade, o que são sinónimo de boa qualidade.

E no final da vida útil?

A vida útil de um painel fotovoltaico é o tempo de funcionamento do mesmo. Assim, quando este atinge a vida útil, o que lhe acontece? É que tudo o que se produz acaba por ser um desperdício… assim os fabricantes têm em conta, durante a fase de produção como estes devem ser eliminados no final da vida útil.

Não têm apenas que ter em conta, como estão obrigados por lei (pelo menos na europa) a gerir a eliminação dos painéis fotovoltaicos antes mesmo de os produzir!

Felizmente a nível europeu há uma lei que obriga todos os produtores ou importadores a unirem-se, em consórcios, para a posterior eliminação dos painéis fotovoltaicos esgotados. Estes recolhem e desmantelam os painéis fotovoltaicos no final da sua vida útil.

Assim será também útil verificar se o produtor faz parte de algum consórcio de eliminação de painéis fotovoltaicos no fim da sua vida útil.

Processo de produção é ético?

O fator ético também pesa como indicador de qualidade. É que os processos de produção éticos – ou seja, sem exploração de trabalho – podem ser uma garantia adicional de melhor qualidade e fiabilidade da empresa e dos painéis fotovoltaicos produzidos e comercializados.

Depois há que estar também garantidas condições de trabalho, processos de produção e proteção ambiental. E para isso os fabricantes têm que estar certificados, garantindo a proteção e direitos dos seus trabalhadores, seguindo a certificação SA 8000.

Continue a ler mais sobre os melhores painéis fotovoltaicos 2020

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui