Enercon Parque Eólico

Mais um grande negócio no setor das energias renováveis em Portugal, a Total venceu a corrida para a aquisição da Novenergia, o negócio foi concretizado por mais de 600 milhões.

Os franceses da Total conseguiram bater a oferta dos chineses da Datang na disputa pela compra da Novenergia, a empresa que controla a Generg.

Os chineses da Datang ofereceram perto de 600 milhões o que obrigou a Total a colocar na mesa um valor superior para superar os chineses na compra da Novenergia.

Atualmente a Novenergia é liderada por Carlos Pimenta e é o quarto maior produtor de energia renovável em Portugal e controla a Generg que possui mais de 430 MW de potência instalada em energia eólica em Portugal, além de centrais hídricas e centrais solares fotovoltaicas e fatura anualmente cerca de 180 milhões de euros, segundo Carlos Pimenta.

Carlos Pimenta - Novenergia
Carlos Pimenta – Novenergia

O Grupo GENERG dedica-se à construção e exploração de aproveitamentos de produção de eletricidade a partir de fontes renováveis.

O Fundo Novenergia tem sede no Luxemburgo e tem como principais acionistas a Fundação Calouste Gulbenkian (24,5%), Fundação Oriente (13,4%), Pensões Gere do BCP (11,4%), FCR da Caixa Geral de Depósitos (11,1%) e a Caixa Económica Montepio Geral (7,6%).

As energias renováveis em Portugal

1º Lugar – EDP Renováveis

2º Lugar – Finerge, comprada pelos australianos da First State em 2015 aos italianos na Enel por 900 milhões de euros.

3º Lugar – Iberwind, vendida em 2015 pelo fundo Magnum Capital ao grupo chinês Cheung Kong por mil milhões de euros.

4º Lugar – Novenergia

Os franceses da Total venderam todos os postos de abastecimento de combustível em Portugal no ano de 2008 aos espanhóis da Cepsa, e regressou em 2018 ao mercado português de combustíveis.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui