Gás Natural para aquecimento Residencial

Ao que tudo indica a Noruega vai ser o primeiro país do mundo a proibir o uso do gás natural no aquecimento já a partir de 2020.

Com esta medida, o maior produtor de petróleo da Europa, vai deixar de emitir 340 mil toneladas de gases por ano para atmosfera.

Esta preocupação com a poluição já não é de agora, visto que a Noruega tem introduzido algumas leis com o objetivo de reduzir as emissões de gases.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, esta proibição visa tanto os edifícios novos como também os antigos, residências particulares, empresas e espaços públicos.

O ministro do ambiente, Vidar Helgesenlaid, quando apresentou esta nova medida, afirmou que todos “aqueles que usam combustível fóssil para o aquecimento devem encontrar outras opções até 2020”. Uma das possíveis soluções é a bomba de calor que apesar de ser alimentada por eletricidade, é muito eficaz.

Marius Holm, diretor da ZERO – fundação com o objetivo de reduzir as emissões de gases para atmosfera – afirmou “Esta é uma medida climática muito importante que reduz significativamente as emissões, enviando um poderoso sinal de que estamos passando de energia fóssil para energia renovável”.

Apesar desta medida ser bem vista aos olhos de muitas fundações que defendem a diminuição de emissão de poluição para o meio ambiente, existem outras que defendem que proibir a energia fóssil é uma contradição visto que estas representam 50% dos ganhos do país em exportação.

Por fim, é importante realçar que a Noruega já tinha alcançado o ano passado o título de primeiro país com zero de desflorestação.

Para alcançar este título a Noruega financia projetos de conservação florestal em todo o mundo e apoia programas de direitos humanos para as comunidades florestais.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO...