MasterD - Curso Energias Renováveis

O nosso Planeta Solar – Energias Renováveis

As energias renováveis são energias provenientes de fontes praticamente inesgotáveis e visam substituir as fontes de energias não renováveis (provenientes de combustíveis fósseis).

As mais conhecidas são a energia solar fotovoltaica, a solar térmica, a eólica, a hídrica, a de biomassa, a de marés e a geotérmica. Todas elas são capazes de se regenerar sustentavelmente, mas a energia solar fotovoltaica ganhará destaque no futuro próximo.

Este destaque à escala global das energias renováveis levará a que mais profissionais qualificados sejam necessários para suprir as necessidades de mão-de-obra especializada neste setor.

Face a este aumento, existem agora formações para os que queiram adquirir ou aprofundar os conhecimentos na área, nomeadamente o curso de Energias Renováveis da Master D. No mercado de trabalho, estes profissionais estarão aptos a realizar instalações em sistemas solares fotovoltaicos, em sistemas solares térmicos, em sistemas eólicos e a efetuar diagnósticos e reparação de eventuais avarias técnicas.

Porquê substituir as energias não renováveis pelas energias renováveis?

O uso de combustíveis fósseis tem contribuído, substancialmente para a “degradação” da atmosfera, sendo fator determinante para o aumento do aquecimento global. Com base nos dados da Agência Internacional da Energia, estima-se que entre 2006 e 2030 a população cresça anualmente 1%.

O aumento da população, o crescimento das economias e consequentemente o crescimento do PIB, potencia o aumento do consumo de energia. Assim, torna-se essencial implementar soluções que não apresentem grandes impactos ambientais.

O paradigma das energias renováveis em Portugal

Segundo a Associação Portuguesa das Energias Renováveis, o setor das energias renováveis deverá crescer até 2030 e será responsável por 28 GW instalados. Em 2014, a capacidade instalada de painéis solares fotovoltaicos foi cerca de 467,08 MW.

Estima-se que em 2030 a capacidade instalada deste tipo de energia renovável seja de 9622 MW, transformando a energia solar fotovoltaica como a fonte de energia com maior contribuição comparativamente às outras fontes de energias renováveis. É um aumento de 29%!

Segundo a Direção Geral de Energia e Geologia, Portugal é um dos países em que o grau de dependência energética é elevado, em cerca de 72,4%. Em 2030, os níveis de produção de energia a partir de fontes renováveis irá contribuir significativamente para a redução da percentagem de dependência, que se estima em cerca de 65,8%.

Ao implementarmos sistemas de produção de energia elétrica, estamos a contribuir positivamente para o PIB de Portugal. Com este crescimento, para os próximos anos prevê-se que sejam criados 119 mil postos de trabalho, sendo a energia solar fotovoltaica aquela que contribuirá com mais postos de trabalho, pois registará um maior investimento a nível da potência instalada.

Uma formação adequada ou, para quem já tem alguma experiência na área, atualizar os seus conhecimentos é fundamental para se manter na linha da frente.

Bruno Campos, e-Tutor dos Cursos de Energias Renováveis, Manutenção e Automação Industrial na Master D.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui