Torre Solar Ashalim

Israel tem a maior torre de energia solar do mundo. São 240 metros de altura em pleno deserto do Negev, a sul do país.

É o equivalente a um prédio de 50 andares (a torre é muito mais alta do que alguns dos maiores arranha-céus do mundo) e tem o objetivo de ajudar o país a produzir 10% da sua energia através de fontes renováveis até ao próximo ano.

Este país do Médio Oriente contava ainda há bem pouco tempo com uma produção de 2.5% de energias renováveis, um patamar bastante baixo comparativamente ao que a torre de Ashalim, de 240 metros é capaz.

A maior torre de energia solar do mundo

Trata-se de um projeto de energia solar térmica concentrada (Concentrating Solar Power – CSP).

Tem 50.600 espelhos controlados por computador (helióstatos), com até 20 metros quadrados cada, que ocupam uma área de 3 quilómetros quadrados.

Ao longo do dia e através da movimentação do sol, os espelhos têm a capacidade de refletir a luz sobre uma caldeira localizada no alto da torre de Ashalim, não gerando, portanto, eletricidade de forma direta como acontece com as células solares fotovoltaicas.

Montagem Helióstatos - Torre Solar Ashalim
Montagem Helióstatos – Torre Solar Ashalim

O calor da luz do sol direcionado para a caldeira no alto da torre permite a produção de vapor super-aquecido através da água quente que se encontra nessa caldeira. A radiação solar infravermelha que os espelhos conseguem captar é refletida na caldeira, originando um processo térmico de vapor capaz de mover enormes turbinas.

A energia solar produzida por esta torre, cuja construção se iniciou no ano 2013 e culminou em 2017, é capaz de iluminar 125 mil casas. O contrato foi desenhado para  25 anos.

Este projeto auspicioso e um dos maiores projetos de energia solar a nível mundial permite ao país evitar 110 000 toneladas de emissões de dióxido de carbono para a atmosfera, por ano.

Torre Solar Ashalim
Torre Solar Ashalim

A torre de Ashalim consegue armazenar energia para ser usada durante a noite e, desta forma, proporciona eletricidade de forma contínua.

A escolha do deserto de Negev para a construção desta torre não terá sido um mero acaso já que neste local há mais de 300 dias de sol por ano. Na verdade, há sol quase o ano inteiro.

Israel caminha a passos largos para um futuro sustentável e esta torre a par dos gigantescos depósitos de gás natural ao longo da sua costa mediterrânea são um exemplo disso.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui