Célula Solar Fotovoltaica

A empresa de painéis solares Longi afirma ter alcançado uma eficiência de 26,81% para uma célula solar de heterojunção não especificada. O Instituto alemão para a Pesquisa da Energia Solar Hamelin (ISFH) confirmou isso mesmo.

Célula solar de silício Longi com maior eficiência do mundo

O fabricante Chinês Longi, que produz painéis solares, revelou recentemente ter alcançado a maior eficiência do mundo numa célula solar de silício de heterojunção, uma eficiência de 26,81%.

Fonte da empresa, disse, no entanto, que nesta fase ainda não conseguem distinguir se a célula é do tipo n ou do tipo p.

O valor de eficiência alcançado pela Longi foi validado por Martin Green, professor na Universidade de New South Wales (Austrália) e criador da tabela de eficiências solares, como sendo o maior registado até ao momento para células solares de silício.

Este resultado, segundo o professor, irá fazer parte da próxima edição da tabela de eficiências solares publicadas no seguimento dos avanços da energia fotovoltaica.

Longi Recorde Eficiencia Celulas Solares Silício
Longi alcança a maior eficiência do mundo para células solares de silício com 26,81%

O recorde anterior, foi de 26,7%, também alcançado por um fabricante japonês, não especificado, ainda em 2017.

Resultado, que segundo a Longi, se deverá dever à japonesa Kaneka, em que na altura, alcançou a eficiência de 26,63%, com um painel de silício cristalino de 180 cm2, com tecnologia de heterojunção e contacto traseiro.

Foram até três os recordes de eficiência batidos pela Longi, primeiramente alcançaram 26,74%, 26,78% e finalmente 26,81%. O que apenas veio afirmar a determinação da Longi em investir e desenvolver os seus processos industriais.

Recorde marca primeiros avanços significativos da China

Além de um grande avanço para a indústria dos painéis solares, este recorde é também um avanço significativo para a China.

Esta é a primeira vez que uma empresa chinesa deste setor consegue alcançar um recorde de eficiência em painéis solares, colocando assim o país na liderança deste tipo de desenvolvimentos.

Para alcançar este resultado, a equipa de desenvolvimento da Longi traçou um caminho de crescimento gradual, tendo passado de um nível de eficiência de 25.26% registado em junho de 2021 para o recorde de 26.88% registado agora, um aumento de 1.55% em apenas 16 meses.

Para Li Zhenguo, fundador e presidente da Longi, este é um avanço muito significativo e que contribui para o objetivo da indústria solar em melhorar a eficiência dos painéis e reduzir o LCOE (Custo nivelado de energia).

Vídeo – Longi alcança novo recorde mundial de eficiência com células fotovoltaicas de silício

Leitura Recomendada: Vantagens, desvantagens e diferenças dos Painéis Solares Fotovoltaicos

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui