Demonstração do projeto DeeBike

O projeto “DeeBike”, visa incentivar a consciencialização da comunidade escolar para o consumo e poupança de energia, e é uma iniciativa do Departamento de Engenharia Eletrotécnica (DEE) da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTGV) do Instituto Politécnico de Viseu (IPV).

O projeto “DeeBike” encontra-se em fase de divulgação pelas escolas da região de Viseu e possui uma forte componente pedagógica e cívica focalizada na poupança energética que pode ser feita com os pequenos gestos diários.

O “DeeBike” convida-nos a pedalar para melhor e mais eficazmente percebermos de que com pequenos gestos diários de poupança de energia podemos estar a dar um grande contributo para esta causa de escala global.

O simples ato de ligar um carregador de bateria de telemóvel a uma tomada é de tal forma banal, que a maioria das pessoas não faz ideia do que é necessário para ter energia disponível. Não tendo a mente aberta para este fato, é muito vulgar as famílias deixarem estes aparelhos (entre dezenas de outros) ligados à tomada de energia elétrica, mesmo quando não estão a ser utilizados.

Assim, quando nas sessões se coloca a questão “se vir uma torneira a pingar o que faz?”, a resposta do público é unânime – “fechamos a torneira”. No entanto, quando colocada a pergunta “deixa a consola de jogos, ou o computador ligado à energia, quando não está a utilizar?” – a resposta também é clara: “sim deixamos”.

A forma mais rápida de fazer perceber o público do desperdício de energia que têm nos seus lares consiste em convidar vários elementos do público a percorrer um percurso (simulado) de bicicleta, com etapas de diferentes dificuldades (subidas, descidas e em terreno plano).

Demonstração do projeto DeeBike
Demonstração do projeto “DeeBike”.

Em cada etapa do percurso são acionadas cargas (que no caso são simuladas por simples lâmpadas), de maior ou menor potência, que, ligadas a um gerador elétrico, provocam um maior ou menor esforço no pedalar do utilizador.

Após esta demonstração, muito interativa e participativa, o público fica esclarecido com o esforço que é necessário efetuar para produzir a energia desperdiçada, pelo simples fato de não desligarem os diversos equipamentos das tomadas elétricas.

Este projeto tem uma forte componente pedagógica e, como tal, vai continuar a ser difundido pelas comunidades e escolas da região.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui