Painéis Solares Fotovoltaicos

Governo e congresso brasileiro a favor da energia solar

O ano de 2020 começa com um anúncio por parte do governo federal de alta relevância sobre a energia solar fotovoltaica. A notícia é que o presidente Jair Messias Bolsonaro, juntamente com a câmara dos deputados federais, presidida pelo deputado Rodrigo Maia, e do senador Davi Alcolumbre. fizeram um acordo totalmente a favor da energia solar no Brasil.

Energia Solar vence Aneel

Esse projeto é fruto de uma criação aprovada pelos líderes do congresso nacional, que demonstrou uma boa união dos poderes executivos e legislativos no Brasil. O projeto de favorecimento da energia solar fotovoltaica tem votação urgente na câmara dos deputados e no senado.

A grande notícia é que a taxação da energia solar fotovoltaica será proibida definitivamente.

Dessa forma, o presidente Jair Messias Bolsonaro fez uma afirmação através das redes sociais antes mesmo do anúncio oficial. Ele disse que se dependesse dele não haveria taxação de energia solar no Brasil.

O assunto ganhou força quando o presidente da câmara dos deputados Rodrigo Maia usou suas redes sociais para dizer que concorda 100% com a afirmação do Presidente.

Energia solar fotovoltaica

Nos últimos dias, a direção geral da ANEEL- a Agência Nacional de Energia Elétrica, na pessoa de André Pepitone declarou publicamente que era necessário fazer alterações e melhorias no sistema  de fornecimento de energia solar fotovoltaica no Brasil.

Tanto é que em uma entrevista ao site MegaWatt, André Pepitone deixou bem claro que essas medidas teriam essas mudanças a partir de 2021. Já para os que fizeram a adesão da energia solar fotovoltaica antes dessas mudanças, terão esse plano num período de 25 anos, com energia solar fotovoltaica.

A avaliação da ABSOLAR – Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica

O CEO da associação Brasileira de energia solar fotovoltaica ABSOLAR fez uma avaliação do projeto de lei que o presidente Jair Messias Bolsonaro sancionou e chegou a conclusão de que essa decisão vai beneficiar a população brasileira, com a geração de emprego e consequentemente trazer um acelero ao desenvolvimento do Brasil.

Segundo ele o projeto de isenção de taxas sobre a energia solar fotovoltaica traz um desenvolvimento de sustentação do Brasil, inclusive atraindo investidores de empresas privadas. Através da não taxação, os custos para as famílias, as empresas e até os produtores rurais terão seus gastos reduzidos, tendo assim a liberdade de escolher detalhadamente seus consumidores.

Já para o presidente do conselho de administração da ABSOLAR, Ronaldo Koloszuk, essa decisão vai promover o crescimento da energia solar fotovoltaica no Brasil, pois essa medida se alinha com as técnicas internacionais mais destacadas.

Vale lembrar que no Brasil, a  procura pela energia solar fotovoltaica está cada dia mais acessível, ou seja, boa parte da população brasileira te feito a opção de usar a energia solar fotovoltaica.

Ela tem sido usada por todas as faixas de renda, e dessa forma tem sido uma locomotiva para o crescimento económico.

A ABSOLAR calcula cerca de 670 mil novos empregos para a população brasileira coma microgeração e minigeração até o ano de 2035, mantendo as regras atuais.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

3 COMENTÁRIOS

  1. E o que se espera de nossos governantes, sensatez, clareza e lucidez em todas as decisões tomadas, já que tais decisões influem diretamente em nosso desenvolvimento. As possibilidades em relação a energia fotovoltaica no Brasil são quase que ilimitadas e investir em melhorias e baixar os custos incomodam os barões comandados pela ANEEL, órgão esse que tá pouco se lixando pra população que banca suas mordomias.

  2. No final de semana que passou conversei com um amigo alemão, radicado no Brasil, e ele me falou que na Alemanha a produção da energia fotovoltaica e taxada e em valores maiores do que se queria para o Brasil. Mas existe uma grande diferença, argumentei eu, entre eles e nós. A realidade econômica nossa é bem aquém.

  3. Essa posição do Sr. Presidente foi ótima, com isso temos mais motivos para trabalhar nesse ária muito promissora, o negócio do momento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui