Sol Artificial CHINÊS HL-2M Tokamak

O SOL artificial Chinês vai recriar as fusões nucleares que se produzem no verdadeiro SOL, desta forma vai ser possível obter energia económica, limpa e teoricamente ilimitada.

HL-2M Tokamak: O Sol artificial Chinês promete energia ilimitada

Apesar de não existirem comunicados oficiais, tudo indica que o dispositivo de fusão nuclear CHINÊS poderá estar disponível e operacional no início de 2020.

Caso, o dispositivo consiga funcionar como promete o SOL artificial Chinês vai poder produzir energia de forma barata, limpa e teoricamente ilimitada.

A denominação oficial do SOL Chinês é HL-2M Tokamak, sendo que a China está a desenvolver este projeto desde o ano de 2006.

Segundo o site Sciencealert.com, os cientistas responsáveis pelo projeto encontram-se já a realizar provas e testes de funcionamento, esta informação tem como base um colaborador da Corporação Nuclear Nacional da China.

Estas últimas informações confirmam as declarações do Cientista Duan Xuru que trabalha no desenvolvimento do HL-2M Tokamak. Duan Xuru afirmou que a construção do HL-2M Tokamak avança sem qualquer tipo de problemas e informou que o SOL ARTIFICIAL pode ficar operacional já no início do próximo ano.

Sol Artificial CHINÊS HL-2M Tokamak
Sol Artificial CHINÊS HL-2M Tokamak

Como funciona o SOL ARTIFICIAL CHINÊS?

O HL-2M Tokamak reproduz as reações nucleares reais semelhantes às do verdadeiro SOL.

No interior do SOL artificial é possível alcançarem-se temperaturas superiores a 200 milhões de graus centígrados, valor que é superior 13 vezes às temperaturas registadas no centro do verdadeiro SOL.

Em projetos anteriores apenas foi possível alcançar temperaturas de 100 milhões de graus centígrados

O dispositivo HL-2M Tokamak utiliza campos magnéticos para estabilizar o plasma que é confinado no centro do reator de forma a produzir energia.

Uma das principais vantagens do dispositivo nuclear Chinês vão ser as importantes informações sobre a compatibilidade de plasmas de alto rendimento que vai possibilitar um manuseamento e controlo mais eficaz sobre o calor e as partículas esgotadas a partir do núcleo do dispositivo HL-2M Tokamak.

Sem dúvida que o elemento chave será conseguir uma forma rentável para manter o plasma extremamente quente confinado e estável o tempo suficiente para que seja possível a fusão nuclear.

Se os testes que as fontes não oficiais forem realmente reais, tudo indica que o SOL ARTIFICIAL Chinês HL-2M Tokamak tornará isso uma realidade muito em breve.

Será o HL-2M Tokamak a revolução energética do futuro?

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui