Financiamento Energia Solar

No mundo todo pessoas de diversas condições financeiras e ciclos sociais se preocupam com o meio ambiente, por isso, é tão importante as fontes de energias renováveis, pois, somente assim é possível deixar um planeta em boas condições para as gerações futuras.

A energia solar está se tornando um sonho de consumo de muitas pessoas que querem ao mesmo tempo cuidar do meio ambiente e diminuir a sua conta de energia elétrica.

Um sistema para gerar energia solar residencial custa entre R$ 15 mil e R$ 25 mil, já inclusos todos os custos de instalação.

Porém o preço pode chegar a R$ 60 mil no caso de uma casa grande como uma mansão, afirmou Rodolfo Botelho Meyer, presidente do site Portal Solar, que é parceiro do Banco Votorantim, dono da BV Financeira, nessa área.

É possível economizar na conta de luz até 95% com a produção de energia solar residencial, o que faz que o investimento no sistema retorne para o dono da casa dentro de três a seis anos, dependendo da incidência solar e da tarifa de energia de cada estado.

Atualmente no Brasil é possível encontrar 33 mil sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede, de acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

Os consumidores representam 76,9% do total dos sistemas de energia solar, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica.

Bancos brasileiros que financiam energia solar

Unicred

Financia equipamentos importados e nacionais e disponibiliza desconto para a compra dos equipamentos e instalação com empresas parceiras.

O crédito está disponível para consumidores, produtores rurais e empresas, desde que sejam cooperados da Unicred.

Santander

O banco anunciou em agosto o financiamento de equipamentos de energia solar, com juros a partir de 0,99% ao mês. No total, serão disponibilizados R$ 400 milhões em crédito.

O financiamento do Santander para energia solar está disponível para pessoas físicas, empresas e produtores rurais.

BV Banco Votorantim

O Banco Votorantim está oferecendo financiamentos de energia solar para pessoas físicas. Os empréstimos são realizados através do Portal Solar.

As taxas de juros cobradas variam de 1,48% a 1,78% ao mês, e os prazos para pagar são de 12 a 60 meses.

Bradesco

Esse banco trabalha com financiamento para sistemas de energia solar residencial há um ano.

O financiamento é para pessoa física e jurídica, mas apenas para aqueles que têm conta no Bradesco. Os juros ficam entre 1,8% e 1,86% ao mês. O prazo para pagamento é de até 60 meses.

Recomendamos: Guia prático para comprar painéis solares fotovoltaicos

BNDES

O banco BNES aprovou em junho deste ano uma mudança no Programa Fundo Clima para permitir o financiamento para pessoas físicas para a instalação de energia solar em casa.

Entretanto, apenas 45 dias depois do lançamento do crédito, os recursos do programa acabaram.

Banco do Nordeste

O banco do Nordeste acabou de entrar nesse segmento, ou seja, o de financiamento para colocar energia solar em casa. As taxas de juros e as condições de carência são iguais aos do banco da Amazônia, ou seja, os juros variam de 1,14% ao ano + IPCA até 3,27% ao ano + IPCA.

A carência será de seis meses para o pagamento da primeira parcela. O prazo para o pagamento total é de oito anos.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil é dos bancos mais conhecidos do nosso país começou a oferecer financiamento para a compra do sistema de energia solar residencial em julho deste ano.

O consórcio para a compra e instalação de placas solares em residências não tem juros, mas há uma taxa de administração, que dá 15% no período do consórcio. Para um consórcio de 72 meses, a taxa é de 0,21% ao mês.

Nesse consórcio é possível dar um lance para receber o crédito depois de pagar 30% a 40% do valor do financiamento. Existe também a possibilidade de o cliente ser sorteado antecipadamente.

Banco da Amazônia

Esse banco iniciou o seu financiamento para o sistema de energia solar residencial em setembro deste ano.

A instituição está oferecendo financiamento para energia solar para pessoas físicas instalarem energia solar em residências localizadas na região Norte, por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) Energia Verde.

O banco também tem alternativas para o setor rural e para empresas. O financiamento tem o limite de R$ 170 mil.

Recomendamos: O que deve saber sobre o autoconsumo por painéis solares fotovoltaicos

Portanto, mesmo tendo muitos bancos oferecendo financiamento para as pessoas interessadas em usar energia solar em sua casa, é muito difícil, pois, os bancos têm muitas burocracias, mas não custa nada tentar um financiamento, pois, a energia solar é renovável e não prejudica a natureza.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  Subscrever  
Notificação de