Tipos de inversor Sistema Solar Fotovoltaico

Quem pretender apostar na microgeração de energia, para consumo próprio, tem que ter noção de algumas situações. Somente nos últimos anos é que a energia solar fotovoltaica teve um boom, e acaba por ser complicado gerir tanta informação disponível no mercado.

Essas informações irão tornar a nossa decisão complicada, muito menos iremos conseguir decidir pela melhor opção solar…

Pois se pegarmos neste componente do sistema solar fotovoltaico, pode não saber, mas este irá afetar a aparência, bem como o desempenho do sistema.

Inversor String ou Microinversores? Quais as diferenças?

Um inversor converte a eletricidade de corrente contínua, que é gerada pelos paineis solares fotovoltaicos em corrente alternada para ser usada pelos eletrodomésticos da nossa casa. Existem dois tipos de inversores, os inversores string e microinversores.

Outro ponto que vai influenciar a escolha do inversor é o tipo do seu telhado, bem como o investimento que pretende fazer.

Inversor String (Parede/Tradicional)

É o mais comum de ser instalado. Por norma os painéis solares fotovoltaicos são instalados em fila, nome que lhes era dado de Strings, e estes depois ligados ao inversor. É desta junção que provém o nome Inversor String. Também pode ser dado o nome de Inversor de Parede, por ser instalado na parede.

Os painéis fotovoltaicos são ligados em série, sendo depois ligados através dos cabos de corrente contínua ao Inversor String.

Atualmente, além de converterem a energia produzida pelos painéis solares em energia para consumo, estes também permitem maximizar o fornecimento de energia disponível, através do Maximum Point Power Tracking (MPPT).

Essa maximização da energia é essencial devido ao facto de cada painel solar produzir diferentes quantidades de energia, sendo que essas diferenças se devem a pequenas diferenças no processo de fabrico, sombreamento dos mesmos, folhas, sujidade, céu nublado entre outros.

O MPPT de um Inversor String funciona bem, especialmente em zonas desobstruídas, mas os painéis solares ligados em série pode ser uma desvantagem…

Saiba como efetuar o Dimensionamento de Sistemas Solares Fotovoltaicos.

Escolher o melhor inversor para o Sistema Solar Fotovoltaico
Escolher o melhor inversor para o Sistema Solar Fotovoltaico

Desvantagens dos Inversores String

  • Podem haver perdas entre 15% a 30% da potência máxima, se um ou mais painéis ligados em série estiveram debaixo de sombra ou obstruídos temporariamente.
  • Se a configuração do seu telhado for limitada e for necessário ter cada fileira de painéis solares com inclinações diferentes, então terá que ligar dois inversores String, ou então o que ligar terá que ter várias entradas MPPT.
  • Os inversores String apenas são adequados ao formato da instalação, se no futuro pensar ampliar, terá que reinstalar um novo inversor String.
  • Os inversores String analisam a matriz num todo, assim, se houver problemas com a energia gerada, terá que se analisar painel a painel para identificar onde está o defeito.
  • Têm uma garantia de 5 a 7 anos, com duração esperada de 12 a 15 anos, enquanto os painéis solares têm 25 anos ou mais de duração esperada. O que significa que pelo menos uma vez terá que ser substituído.
  • A tensão de instalação é de até 1000V, o que acarreta riscos.

Concluindo, os inversores String são ideais para painéis fotovoltaicos onde não haja sombras ou obstruções dos mesmos. E ideais para instalações em que os painéis fiquem todos com a mesma inclinação!

Microinversor

Os Microinversores fazem o mesmo que os Inversores String, no entanto, são mais pequenos e mais simples de instalar. É que estes são instalados um por cada painel fotovoltaico, permitem converter, otimizar e monitorizar o desempenho de cada painel.

Objetivo principal passa por otimizar o desempenho da instalação fotovoltaica, melhorando assim o MPPT de cada painel independentemente. É assim uma vantagem deste perante os tradicionais Inversores String.

Cada microinversor possui entradas individuais, podendo ainda ter uma, duas ou quatro entradas para a ligação dos painéis fotovoltaicos.

Vantagens dos Microinversores

  • Permitem analisar cada painel solar individualmente, aproveitando assim o máximo de cada um.
  • Se a matriz não estiver a funcionar corretamente, o microinversor vai indicar qual é o painel que está com defeito.
  • Possibilidade de aumentar a instalação no futuro, assim se virmos que necessitamos de mais painéis fotovoltaicos, pode ampliar a instalação.
  • Microinversores têm garantia de 15 anos, e opcionais para 25 anos.

Desvantagens dos Microinversores

Nem tudo é bom nos Microinversores. Pois estes são mais caros que os Inversores String, quando comparadas instalações de mesma potência e tamanho.

Quantos mais painéis tivermos na instalação, mas Microinversores terá que instalar, o que aumenta o custo da instalação.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

  Subscrever  
Notificação de