Carro elétrico Hopium Machina Vision

Do Salão Automóvel de Paris chegam-nos novidades, o Hopium Machina Vision promete até 1000 km de autonomia com necessidade de apenas três minutos para o atestar.

Carro elétrico do fabricante Hopium reforça aposta no hidrogénio

O mercado automóvel está hoje focado no lançamento de veículos elétricos. No entanto, existem outras opções sustentáveis a ser desenvolvidas.

Alguns fabricantes têm apostado em desenvolver os seus carros com pilha de combustível a hidrogénio, uma tecnologia que consideram ser a solução para o futuro.

Uma dessas empresas é a Hopium, um jovem fabricante de automóveis francês que tem trabalhado nos últimos anos para desenvolver o Hopium Machina, um veículo que pretende marcar pela diferença.

Hopiumu apresenta uma autonomia de 1000 quilómetros e 368 kW (500 CV) de potência

Com 368 kW (500 CV) distribuídos pela tração total, este veículo consegue atingir os 0-100 km/h em menos de 5 segundos. Além disso, alcança uma velocidade máxima limitada a 230 km/h.

No entanto, o grande destaque do Hopium Machina é mesmo a sua autonomia. O fabricante garante que este carro conseguirá atingir os 1000 quilómetros, um valor difícil de alcançar nos veículos elétricos atuais.

Uma das grandes vantagens do Hopium Machina está no reabastecimento.

O hidrogénio poderá ser reposto em apenas 3 minutos, um valor similar ao dos carros atuais a combustão.

Quando chega o Hopium Machina Vision?

Com fabrico a começar em França a partir de 2025, todos os componentes usados serão provenientes da Europa de forma a reduzir a pegada de carbono de todo o processo.

A Hopium espera, assim, que o seu novo carro se torne uma referência no mercado e que o hidrogénio se torne uma alternativa real na mobilidade do futuro.

Qual o preço do Hopium Machina Vision?

Com um preço de cerca de 120 mil euros, o Hopium Machina Vision já pode ser encomendado, apesar de ainda estar a mais de dois anos de distância. Segundo a Hopium, o objetivo passa por produzir anualmente 20 mil unidades do Machina Vision.

Assim sendo, o grande ponto negativo é efetivamente o preço anunciado pela Hopium, 120 mil euros é e será um valor proibitivo para a maior parte das pessoas.

Galeria de imagens – Hopium Machina Vision

Video – Hopium Machina Vision

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

3 COMENTÁRIOS

  1. E de onde veio a eletricidade para fazer a hidrólise? Terá sido obtida diretamente das renovaveis, ou será de carvão, diesel, gás ou de urânio?
    Senão for de renováveis, então é uma patetice, mais vale usar motorws a combustão….

  2. O único problema do uso de hidrogênio é a infraestrutura que é difícil de manejar e perigoso ao mesmo tempo. Sem contar que não há postos preparados para tal “combustível” e é um elemento extremamente explosivo.
    Há uma alternativa às baterias alimentadas por hidrogênio: bateria em estado solido.
    Autonomia de dezenas de milhares de km, segurança e o tamanho. O único problema, hoje, é o preço.
    Mas por enquanto terrenos que nos contentar com as baterias convencionais plug-in.

  3. O Toyota Mirai, veículo elétrico alimentado com pilha de combustível e depósito de 6kg de hidrogénio, já em comercialização, ultrapassou os 1000 km de autonomia com um abastecimento, com um recorde de 1360 km em outubro de 2021.
    O preço ronda os 70 mil euros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui