Taxa sobre energia solar fotovoltaica

O setor Brasileiro de geração de eletricidade através de painéis solares fotovoltaicos vai ter uma capacidade instalada de 8.6 GW até o ano de 2027.

Crescimento do setor solar Brasileiro

Esta previsão aponta para grandes investimentos no setor solar do Brasil, de forma a enfrentar os graves problemas da dependência da matriz energética relativamente à energia hídrica.

O Plano Decenal de Expansão de Energia (PDEE) prevê assim um aumento da capacidade de energia solar instalada que atingirá um pico no ano de 2027 de 8.6 GW. O projeto PDEE define um crescimento anual de 3% no setor das energias renováveis e um valor de 28 % do mix Brasileiro de energia até 2027.

Dependência da matriz energética Brasileira da energia hídrica

Nos anos entre 2012 e 2015 o Brasil sofreu uma seca devastadora, onde foram afetadas várias regiões do território, a dependência da energia hídrica gerou vários desafios nessa altura, que provou que em situações futuras semelhante o Brasil pode enfrentar novamente uma crise energética.

De forma a evitar ou minimizar crises futuras, o setor hídrico que hoje representa 70% da matriz energética Brasileira irá reduzir a sua percentagem para um valor que rondará os 50%

Um outro fator que agrava substancialmente a dependência das fontes hídricas é que a maior parte das usinas hidroelétricas Brasileiras estão localizadas ao norte da bacia do rio Amazonas, no entanto o consumo de eletricidade está localizado na costa leste e principalmente na região sul do território nacional.

As usinas termoelétricas conseguem suprir a escassez da fonte hídrica, no entanto o gás é demasiado caro pois o Brasil não é auto-suficiente na produção de gás.

As preocupações com o meio ambiente aumentam com a crescente necessidade de diminuição do consumo de combustíveis fósseis, de forma a minimizar o impacto da poluição a nível mundial.

Todas estas questões e preocupações fazem com que surjam novas tecnologias no setor das energias renováveis, nomeadamente a energia solar fotovoltaica.

Geração de eletricidade através de fontes de energias renováveis
Geração de eletricidade através de fontes de energias renováveis

Prevê-se que nos próximos anos aumentem significativamente as usinas solares fotovoltaicas, assim como a geração solar distribuída, que neste momento possui mais de 500 MW de capacidade solar distribuída. As previsões do governo Brasileiro definem que 2.4 milhões de unidades consumidoras podem fornecer 23.5 GW de capacidade de geração de eletricidade.

Uma das atuais preocupações no Brasil reside nos receios da ANEEL querer impedir que se produza eletricidade com painéis solares

A geração de eletricidade através da energia solar fotovoltaica possui grandes vantagens quando comparado com outras fontes de energia renovável.

Principais vantagens da energia solar

  • Não são emitidos gases tóxicos;
  • É totalmente sustentável;
  • O recurso necessário (luz do sol) é natural e representa teoricamente uma fonte inesgotável.

Geração distribuída Brasileira

A geração distribuída é um factor importante para o sucesso da energia solar no Brasil, neste momento está em consulta pública pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a proposta que prevê que a energia injetada na rede de distribuição da concessionária elétrica seja apenas parcialmente compensada na conta de luz do consumidor gerador de energia solar e não totalmente, como é realizada atualmente, confira aqui mais informações sobre esta problemática provocada pela Aneel.

Possíveis impactos da proposta da ANEEL

Especialistas do setor solar Brasileiro antecipa que alterações na regulamentação da geração distribuída podem impedir a evolução e inovação do setor da energia solar no Brasil, fazendo com que muitos dos interessados na produção de eletricidade percam essa motivação.

Os especialista do setor solar indicam que a proposta apresentada pela Agência Nacional de Energia Elétrica está desfasada das práticas internacionais, sendo que a geração distribuída solar fotovoltaica se encontra em fase de desenvolvimento inicial.

Neste momento existem no Brasil mais de 84 milhões de consumidores cativos que são atendidos pelas distribuidoras de energia elétrica, sendo que apenas de 170 mil consumidores possuem essa tecnologia, o que representa menos de 0,2% do universo golbal dos consumidores.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

8 COMENTÁRIOS

  1. Eu vejo um interesse muito grande da Aneel em querer taxar geração distribuída em benefícios das distribuidoras,há um lobe muito grande em querer mudar as regras agora em benefícios das concessionárias e prejudicar os consumidores,a Aneel deveria desempenhar era o seu papel não só de regular e fiscalizar as distribuidoras.

  2. E um absurdo o que a ANEEL está querendo fazer é o lob das distribuidoras que mandam nesta agência que em vez de defender o consumidor só beneficia as empresas distribuidoras e geradoras de energia eu mesmo possuo em casa energia solar e caso está proposta venha a ser aprovada eu irei para justiça para garantir meus direitos já que me sinto enganado por estes pilantras da ANEEL.E se fosse agora eu com taxa certeza não investiria na energia solar.

  3. Tenho um pequeno sistema instalado. Investi pouco mais de R$7mil. Todas as vezes que vejo a ANEEL falar em aumento de taxa, me arrependo de não ter investido em outra coisa. Tenho uma geração de 8kw/d (média), então utilizo o ar condicionado tranquilamente nos dias quentes. Triste saber que o pobre no Brasil não tem vez!

  4. Concordo
    Com certeza a energia fotovoltaica veio pra mudar esse papo de aquecimento global por causa de gases tóxico emitido por combustíveis fósseis, por ser um benefício totalmente ecológico e auto sustentável, tanto para os proprietários dessas usinas quanto para as empresas instaladoras os benefícios serão imensos.

  5. A ANEEL não está querendo proibir a geração de energia com PFV, até porque nem o Congresso via lei poderia se imiscuir na vida privada desse jeito. O que a ANEEL está fazendo é revisar o dinheiro que é pago se volta aos produtores de energia elétrica que vendem o excedente para o sistema. Você pode até discordar disso, por eles estarem mudando as regras no meio do jogo (e estão), mas dizer que eles querem proibir não é verdade.

    Até porque ninguém vai proibir você de comprar um banco de baterias e simplesmente desligar a ligação elétrica com a rede pública e deixar de pagar eletricidade mensal (viver off grid).

  6. A ANEEL tem que ser observada de perto, está na cara que tem algum interesse da ANEEL em acabar com a e energia solar no Brasil, para favorecer as concessionárias.
    Brasil infelizmente nunca vai deixar essa cultura da desonestidade.

  7. Eu não concordo com as novas medidas que a anel, quer impor para os brasileiros, pois já pagamos o uso da rede, todas as taxas, como impostos e outros, referentes aos serviços como qualquer outro.
    Eu veio isso como uma maneira de atrapalhar o desenvolvimento do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui