Sistema Arrefecimento Painéis Solares

Novo sistema de arrefecimento de painéis solares aumenta a produção de energia em 20%

Investigadores asiáticos desenvolveram um novo sistema de arrefecimento para painéis solares, um arrefecimento que permite aumentar a produção de energia em quase 20%!

O feito foi conseguido por investigadores da Universidade Politécnica de Hong Kong, em que estes descobriram uma forma de fazer com que os painéis solares “suem”, o que lhes permite arrefecer aquando do calor e assim aumentar a produção de energia em quase 20%!

Para isso, recorreram à aplicação de um gel que absorve a água da atmosfera, arrefecendo os painéis solares.

O gel é uma mistura de nanotubos de carbono em polímeros com um cloreto de cálcio que atrai a água, que acaba por absorver o vapor de água durante a noite, quando o ar é mais frio e a humidade é mais elevada. Quando a temperatura aumenta durante o dia, o gel liberta o vapor de água retido durante a noite, o que aumenta a eficiência do painel solar.

O engenheiro ambiental da Universidade Politécnica de Hong Kong, Peng Wang e a sua equipa idealizaram uma forma de aprisionar o gel na parte de baixo do painel solar tradicional, para que durante o dia mantivessem o painel fresco.

Sistema Arrefecimento Painéis Solares
Sistema Arrefecimento Painéis Solares

A ideia, passa por o gel extrair o calor do painel solar, evaporando a água absorvida pelo gel durante a noite. A água evaporada é usada para arrefecer o painel solar da mesma forma que os seres humanos transpiram, arrefecendo a pele.

Durante a investigação, este método levou à queda de 10ºC da temperatura do painel solar, o que levou ao aumento de produção de eletricidade dos painéis solares em cerca de 15% e 19% (isto em testes livres).

Quanto à quantidade de gel necessária para ter esse efeito, vai depender da humidade ambiente circundante. Por exemplo, num deserto, com 35% de humidade, um painel solar com 1 metro quadrado necessita de 1 kg de gel para ser arrefecido, por outro lado, uma humidade de 80% já só precisa de 300 gramas de gel por metro quadrado de painel solar.

Jun Shou diz que o aumento de eficiência do painel solar é significativo, tendo mesmo dito que o aumento de 1% já era bom, tendo em conta o mercado atual. Tudo o que possa melhorar a eficiência, nem que seja meio por cento, é excelente para as energias renováveis!

Inconveniente… mas nem tudo é bom nesta solução. Pois os investigadores crêem que a solução de gel, quando o painel solar estiver exposto à chuva pode ser dissolvida. Assim o cloreto de cálcio será dissolvido, e vai afetar o seu rendimento de absorção da água.

Este “problema” foi mesmo reconhecido por Wang, mesmo com o gel na parte de baixo do painel solar, que supostamente está protegido da chuva. Entretanto adiantou a sua equipa está a desenvolver um gel de segunda geração que não se degrade, mesmo molhado.

A equipa de investigadores procura uma outra opção para reter e condensar novamente a água após a evaporação do gel e potencialmente usar a água coletada para limpar os painéis solares, bem como arrefece-los.

RECOMENDAMOS TAMBÉM...

CONCORDA OU DISCORDA? ESCREVA O SEU COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui