Volkswagen apresenta ID Concept o carro elétrico que pode dominar o mercado

carro-eletrico-vw-id-concept

A Volkswagen está a tentar superar a crise em que mergulhou após o escândalo da fraude nas emissões de gases. Prova disso é o carro elétrico que agora apresenta e que promete dominar o mercado dos carros elétricos: o ID Concept.

Foi no Salão de Paris que o novo conceito foi dado a conhecer. Tem tamanho de Golf mas espaço de Passat.

O carro que revolucionará a marca não é o primeiro elétrico, uma vez que o grupo já tem o Up! e o Golf, no entanto, este carro elétrico conta com tecnologias de carros autónomos. Poderá vir a dispensar totalmente o condutor, na chamada autonomia total (nível 4). O “ID Pilot” permite que o volante seja recolhido para o interior do painel.

Contudo, no momento contará com funções automáticas (nível 2) e assim que for lançado, no ano 2020, será capaz de conduzir sozinho mas dentro de limites estabelecidos (nível 3).

O veículo que poderá ficar conhecido por ser “Golf por fora e Passat por dentro” será fabricado dentro de quatro anos, em larga escala. Constituirá assim uma linha exclusiva que terá ainda uma plataforma própria.

Outras marcas do grupo não ficarão de fora já que se prevê que sejam integradas outras marcas podendo vir a dar origem a diversos modelos.

O ID é um carro espaçoso com 4,10 metros de comprimento. É um pouco mais pequeno que o Golf mas ganha espaço por não ter motor a combustão. Terá uma autonomia média entre 400 e 600 quilómetros, com recarga de 80% das baterias de íons de lítio feita em apenas 30 minutos. O elétrico da Tesla, o mais famoso no momento atual, tem autonomia para 400 quilómetros.

O ID Concept tem sistema de freio autónomo, radares a laser no teto e noutras partes do veículo, câmaras em substituição dos espelhos retrovisores, tela de 10 polegadas para informar e entreter, modo de estacionamento automatizado e ajustes individuais para cada um dos quatro passageiros que poderão seguir no carro.

Video de apresentação do VW I.D. Concept

Atinge a velocidade máxima de 160 km/h e acelera de 0-100 km/h em 8 segundos.

O veículo elétrico que será totalmente autónomo tem o seu foco no uso urbano e passará por melhorias mecânicas e tecnológicas, testes obrigatórios de segurança e resistência. A evolução do design será certamente um aspeto a juntar a estas melhorias graduais.

Quanto a preços, a estimativa conhecida é que custe o mesmo que um Golf a diesel, ou seja, situar-se-á nos 20 mil euros, na Europa.

A Volkswagen está empenhada em limpar a sua imagem e este ID poderá fazer com que muitos clientes se voltem a render. A empresa promete mesmo ser líder global e até 2025 pretende vender 1 milhão de carros elétricos. Até lá, entre 2017 e 2024 deverá lançar 30 novos modelos elétricos e híbridos em vários mercados do mundo automóvel.