Tipos e processos de manutenção de aerogeradores

manutencao-aerogeradores-energia-eolica

Ligando áreas como elétrica, mecânica, aerodinâmica e controle de sistemas, os aerogeradores possuem um sistema complexo e altamente tecnológico, diversos especialistas são necessários para incorporá-los nos complexos eólicos espalhados pelo Brasil, cada equipamento necessita de pessoal treinado e capacitado para realizar sua manutenção.

Como o ciclo de vida dos aerogeradores é de aproximadamente 20 anos, a troca de todo o equipamento é substituída pelas manutenções preventivas e renovações de peças individuais, alguns itens são trocados de 2 em 2 anos como travões, amortecedores, óleos das caixas de velocidade, entre outros, algumas partes dos sistemas de orientações das pás devem ser substituídas em torno de 5 anos.

Claro que rotinas preventivas, reparações e inspeções são realizadas anualmente em todos os equipamentos principalmente em aerogeradores, a manutenção desses sistemas ocorre através de um conjunto de ações que determinam a possibilidade do custo mínimo em todas as etapas dos processos, assegurando o bom funcionamento do serviço determinado.

Tipos de Manutenção de Aerogeradores

A manutenção de aerogeradores é feita através de 4 etapas importantes, todas estão interligadas e apresentam um conjunto de técnicas e informações que servirão como princípio para descobrir os principais danos elétricos e mecânicos em aerogeradores, manutenções preventivas, curativas, sistemáticas e condicionadas são executadas seguindo um planejamento eficiente atribuído em todos os controles dos sistemas eólicos.

Manutenção Preventiva

A manutenção preventiva como o próprio nome já diz, atenta os técnicos em energia eólica a realizarem constantes inspeções dos aerogeradores, a renovação de peças e componentes é feita através dos procedimentos diários, dados são analisados e equipamentos são acompanhados frequentemente para reduzir os custos com possíveis danos futuros.

Manutenção Curativa

Caso apareçam danos aleatórios nos aerogeradores que não afetarão o seu bom funcionamento, a manutenção curativa será implementada, este procedimento visa o baixo custo anual de reparações, além de aceitar pequenos problemas nos equipamentos, o método curativo atua como moderador no orçamento de manutenção.

Manutenção Sistemática

Mantendo um intervalo fixo para a troca de peças, equipamentos e fluídos para os componentes, a manutenção sistemática ocorre seguindo as verificações periódicas dos técnicos em energia eólica, as vantagens neste procedimento se aplica a possível programação de paralisação dos equipamentos nos parques eólicos e ao custo estipulado seguindo estes intervalos.

Manutenção Condicionada

A manutenção inteligente ou manutenção condicionada dos aerogeradores é realizada seguindo um predeterminado acontecimento, ou seja, sensores emitem informações ao painel de sistema onde técnicos poderão acompanhar todo o processo, o autodiagnóstico possibilita a manutenção eficiente e rápida de diversas peças do equipamento, este procedimento aumenta a longevidade dos equipamentos, aumenta a produtividade e oferece menos custos para os parques eólicos.

A implementação de diversos softwares para monitorar e supervisionar todas as etapas do funcionamento dos aerogeradores é cada vez mais importante, com estes sistemas de controles, cada dano ou erro no equipamento é detectado, eles oferecem dados mais complexos e eficientes para realizar a manutenção, poder contar com softwares abrangentes e tecnológicos para auxiliar o bom funcionamento do parque eólico e de seus aerogeradores é extremamente essencial.