Tesla anuncia baterias de baixo custo para residências e empresas

baterias-tesla

Tesla Motors, o fabricante norte-americano de veículos ecológicos de luxo, diversifica-se e antecipa uma mudança energética.

O grupo Tesla Motors apresentou baterias recarregáveis de lithium, destinadas a empresas e famílias, para armazenar a eletricidade produzida pelas energias renováveis, nomeadamente energia solar e energia eólica, ou fornecida pela rede em momentos em que o preço é mais baixo, por exemplo durante a noite.

A primeira versão das baterias Tesla chama-se Powerwall e é uma bateria recarregável de iões de lítio que foi desenvolvida para abastecer casas e também é capaz de armazenar energia solar.

Já o segundo modelo, batizado de Powerpack uma bateria de 100 kWh, é algo mais complexo e foram desenvolvidas para o abastecimento de lugares maiores, como empresas, fábricas e até mesmo locais públicos, onde a procura por energia elétrica é maior.

baterias-tesla-powerwall

As baterias Powerwall, que irão custar 3 500 dólares nos Estados Unidos, foram lançadas na noite de quinta-feira (30), numa fábrica da Tesla na Califórnia, pelo seu fundador e presidente Elon Musk, que classificou a tecnologia como “uma transformação fundamental em como a energia é distribuída pelo planeta.”

As Powerwall têm 130 x 68 cm e são instaladas na parede, com design moderno, as baterias  recarregáveis de lithium são desenvolvidas para armazenar até 10 kWh de energia gerada por painéis solares ou mini-aerogeradores. As reservas podem ser utilizadas quando a luz do sol está fraca, durante cortes de energia da rede, ou em horários de pico, quando os custos da eletricidade são mais altos.

As Powerwall permitem ser agrupadas até oito baterias, afirmou Elon Musk.

www.youtube.com/watch?v=yKORsrlN-2k

Segundo o presidente da Tesla, cerca de dois bilhões de Powerpacks poderiam armazenar eletricidade suficiente para atender todas as pessoas do planeta.

As baterias serão inicialmente fabricadas na fábrica da Tesla na Califórnia, mas a produção será transferida para a mega-fábrica da empresa em Nevada, a partir de 2017.

A fábrica de Nevada será a maior produtora de baterias recarregável de iões de lítio do mundo, e quer usar a produção em larga escala do aparelho para diminuir os custos de comercialização.

A Tesla já abriu as vendas das baterias, cujas primeiras unidades devem ser entregues em agosto.