Sistemas Microgeração

nova-legislacao-micro-producao

A microgeração é a produção de energia eléctrica através de instalações de pequena escala usando fontes renováveis ou processos de conversão de elevada eficiência (microturbinas, células de combustível, microeólicas, painéis fotovoltaicos, mini e micro-hídricas, co-geração).

Este tipo de produção energética tem grandes vantagens económicas, ambientais e tecnológicas.

É uma mudança provocada pela expansão das energias renováveis, pela emergência de uma nova geração de consumidores que são ao mesmo tempo produtores de energia, pela introdução de novas tecnologias de informação e comunicação nas redes de baixa tensão a que se ligam os pequenos equipamentos e por um novo conceito de gestão das redes eléctricas adaptado aos requisitos da descentralização.

.

Vantagens dos Sistemas de Microgeração

    • Reduzir as perdas de energia na rede de distribuição eléctrica.
    • Aumentar a fiabilidade do fornecimento de electricidade aos consumidores (maior resistência aos apagões).
    • Contribuir para a alteração da forte dependência do sistema energético português do exterior.
    • Adiar investimentos pesados no reforço das infra-estruturas da rede.
    • Melhorar o desempenho ambiental do sistema energético no seu todo.
    • Criar grande oportunidade para a indústria portuguesa de bens de equipamento e componentes para o sector eléctrico.
    • Gerar um novo “cluster” industrial e de serviços com impacto importante na criação de emprego e no crescimento económico.
    • Dar mais autonomia e poder de decisão aos consumidores individuais e às comunidades locais.