Parceria entre EDP e a chinesa Three Gorges chega ao Brasil

edp-three-gorges

A empresa chinesa China Three Gorges (CTG), maior acionista da EDP, vai adquirir 50% de dois projectos hídricos da EDP no Brasil, num investimento que ultrapassa os 450 milhões de euros, anunciou a electrica nacional em comunicado.

Em causa, está a aquisição de 50% da barragem de Cachoeira Caldeirão, um projeto de mais de 300 milhões de euros que a EDP lançou este ano. O valor de venda será o  “equivalente aos custos incorridos pela EDP Brasil até ao momento”, acrescido  do compromisso da CTG de fazer um coinvestimento futuro no projeto, “no valor estimado de 294 milhões de reais” (cerca de 90,6 milhões de euros).

O outro investimento da CTG no Brasil passa pela central hidroelétrica de Santo António do Jari, onde também  irá adquirir 50% “por 490 milhões de reais (cerca de 151 milhões de euros)”.

No acordo, os investidores chineses comprometeram-se igualmente com “um coinvestimento futuro estimado em 81 milhões de reais (aproximadamente 24,9 milhões de euros)” até 2015.

Estas duas operações só deverão estar concluídas no primeiro semestre de 2014, já que estão sujeitas “à obtenção de autorizações regulatórias”.

A EDP anunciou ainda a compra por parte da CTG de 49% da participação que a EDP Renováveis detém no consórcio Eólicas de Portugal (Eneop).

Recorde-se que este projeto foi atribuído pelo governo de Sócrates para a construção de 1200 MW de eólicas por 1,2 mil milhões de euros.

[in AmbienteOnline]

COMPARTILHAR