Novo Hibrido da Volkswagen XL1 vai consumir 1 litro

vw-xl1-hibrido

O novo carro híbrido  diesel/elétrico da Volkswagen, o XL1 é conhecido como o carro mais económico de sempre e promete consumir apenas 1 litro por cada 100 Km percorridos.

Para a história ficará a menção ao XL1 como o mais económico e o mais eficaz em termos aerodinâmicos automóvel de produção de sempre e com carroçaria em fibra de carbono.

O CEO da Volkswagen, Martin Winterkorn, confirmou planos de produzir o conceito XL1, que foi mostrado no Salão do Qatar. O híbrido (diesel/elétrico) de dois lugares será produzido a partir de deste ano, na Alemanha, na fábrica de Dresden ou Wolfsburg.

O Volkswagen XL1 tem apenas 795 quilogramas de peso e alimentado por um motor de 48 CV com dois cilindros e 800 c.c. turbodiesel acoplado a um motor elétrico com 27 CV, alimentado por uma bateria de 5,5 kWh.

De acordo com a Volkswagen, o XL1 pode rodar somente com o motor elétrico em velocidades de até 35 km/h. O cupé conta com transmissão de dupla embraiagem e sete velocidades e pode acelerar de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos, atingindo a velocidade máxima de 160 km/h.

vw-xl1-hibrido-grande

A economia de combustível é de cerca de 111 km/l e as emissões são de 24 g/km de CO2.

O comprimento de 3,8 metros, corresponde a uma largura de apenas 1,66 metros, ou seja, marginalmente menos que um VW Polo. A grande diferença está na altura de apenas 1,15 metros, menos 12,9 cm que, por exemplo, um Porsche Bosxter.

O modelo utiliza suspensão em alumínio com duplo triângulo à frente, eixo traseiro semi-rígido, barras estabilizadoras em carbono fazem parte do sistema de suspensão, sendo os travões em cerâmica.

O XL1 consegue andar em modo puramente elétrico ao longo de 50 quilómetros, sendo a autonomia total com um depósito de apenas 10 litros de gasóleo e com os dois motores a funcionar, de 500 quilómetros.

vw-xl1-hibrido-grande-2

Volkswagen XL1 será ajudado pela aerodinâmica e pelo baixo peso e pelos pneus estreitos (115/80 à frente e 145/55 atrás) montados em jantes de magnésio, o que resulta em emissões de apenas 21 gr/km.

O sistema híbrido do XL1 é composto por uma bateria colocada no nariz do carro, um bloco de 800 c.c. TDI, um motor elétrico e a caixa DSG de sete velocidades.

O sistema permite carregar a bateria através da força da travagem ou da desaceleração, existindo uma embraiagem que desliga a ligação entre o motor elétrico e o térmico.

O que pensa sobre o Volkswagen XL1? Deixe o Seu comentário.