Mudança por lâmpadas LED nos semáforos de Lisboa permite poupar 850 mil euros

A iniciativa da mudança das lâmpadas LED nos semáforos de Lisboa envolve uma parceria entre a Galp e a Vivapower.

Galp e Vivapower estão disponíveis para suportar o custo total da substituição as lâmpadas, mas em contra partida exigem parte dos ganhos potenciais que a Câmara de Lisboa irá ter com a redução da fatura com a eletricidade.

A Galp Energia e a empresa Vivapower iniciaram no início de Agosto a operação de substituição de mais de 20 mil lâmpadas convencionais por luzes LED em 8500 semáforos na cidade de Lisboa. Esta ação permitirá ao município uma poupança anual prevista de cerca de 850 mil euros na sua fatura elétrica.

A inovadora tecnologia de lâmpadas LED permitirá, no atual sistema de semáforos de Lisboa, uma redução prevista do consumo de eletricidade de quase 95%, segundo a Galp.

Este acordo entre a Câmara de Lisboa e as empresas Galp e Vivapower, que foram selecionadas através de um concurso público é baseado num modelo contratual que prevê que o custo de substituição da iluminação seja suportado por aquelas duas empresas, que irão recuperar esse encargo através da captura de uma parte dos ganhos da Câmara Municipal de Lisboa (CML) na redução da sua fatura energética.

Este modelo de parceria é baseado no mesmo modelo já amplamente utilizado entre empresas de servçios energéticos e clientes que possuem faturas energéticas consideráveis.

Esta acção insere-se na Estratégia de Eficiência Energética da Câmara de Lisboa, desenvolvida pela autarquia e pela Agência de Energia e Ambiente, Lisboa E-Nova.

A Galp informou que o modelo vai ser testado e colocado em prática ao longo de 24 meses.

Segundo a empresa, o processo de substituição das lâmpadas nos semáforos deverá estar concluído até ao final do corrente ano (2015).