Inaugurado maior parque eólico offshore do mar do norte belga

parque-eolico-offshore-thornton-bank

Esta semana, o primeiro-ministro belga Elio di Rupo inaugurou oficialmente o parque eólico offshore Thornton Bank.

Com uma capacidade de 325 megawatts (MW), o parque eólico é um dos maiores parques eólicos offshore na Europa e o maior no Mar do Norte belga e vai fornecer eletricidade verde a 300 mil famílias por ano.

O parque eólico Thornton Bank contribuirá com cerca de 7 por cento do compromisso de energias renováveis da Bélgica para 2020. O Thornton Bank ajuda a evitar emissões de CO2 de cerca de 415 mil toneladas por ano, em comparação com uma central elétrica tradicional de combustivel fóssil.

Oito bancos europeus, as agências de crédito alemãs e dinarmarquesas e ainda o European Investment Bank forneceram cerca de 900 milhões de euros (aprox. $ 1.201 milhões) em financiamento e capital de risco. O total de investimento equivale a aproximadamente a 1,3 bilhões de euros (1,74 biliões de dólares). RWE Innogy é o maior accionista privado no parque eólico Thornton Bank com uma quota de 26,7%.

Dr. Hans Bunting, presidente da RWE Innogy, afirmou: “No momento, o parque eólico offshore Thornton Bank é único em toda a Europa, em muitos aspectos. Equipado com os maiores aerogeradores offshore atualmente disponiveis no mercado, o parque eólico vem estabelecendo padrões em termos de construção, conexão de rede e operação. No futuro, dificilmente haverá empresas capazes de iniciar projetos de construção de parques eólicos offshore com os seus próprios meios, pois estes projetos são muito “capital-intensive”. É por isso que para mim o Thornton Bank é um exemplo de sucesso da transição energética na Europa.”

wind-farm-offshore-thornton-bank

Ao todo, demorou quase 10 anos para completar este parque eólico offshore, da adjudicação das primeiras licenças e concessões à procura de investidores financeiros, até ao desenvolvimento de soluções técnicas e ao momento da construção no terreno.

Os 54 aerogeradores do parque eólico Thornton Banck estão situados a cerca de 30 km (18,6 milhas) ao largo da costa da Bélgica em águas com até 30 metros (98,4 pés) de profundidade.

A construção do Thornton Bank foi efetuado em 3 fases. Durante a primeira fase, seis aerogeradores de 5 Mw foram instalados sobre alicerces baseados em gravidade. Thornton Bank 1 foi comissionado já em 2009. Thornton Bank 2 é constituído por 24 aerogeradores de 6 Mw que foram instalados em estruturas de aço, denominadas de “jacket-foundations”.

Os aerogeradores da segunda fase foram totalmente comissionados no início deste ano (2013). A terceira e última fase deste projeto foi baseada na instalação de mais 24 aerogeradores de 6 Mw, que iniciaram a produção de energia elétrica desde junho deste ano.

O Thornton Bank foi ligado com sucesso à rede belga através de um link de transmissão submarina que foi construído pela ABB. A plataforma transformadora da ABB encontra-se localizada em regime offshore (no mar) a 30km no Mar do Norte.

Os aerogeradores encontram-se interligados via cabos submarinos de média tensão para a subestação offshore onde a tensão é aumentada para 150 kV e conectada à rede continental. A eletricidade flui através da rede até à subestação de alta tensão (AT) Slijkens localizado na Bredene, cerca de 3 km para o interior da costa.