Governo português anunciou investimento de 800 milhões de euros para energias renováveis

Governo português anunciou investimento para energias renováveis

O executivo de António Costa já fez o anúncio, investimento de 800 milhões de euros para energias renováveis.

Vão arrancar novos projetos em energias renováveis num investimento superior a 800 milhões de euros que garantirão uma capacidade instalada de cerca de 750 megawatts.

Portugal tem apostado fortemente nas energias renováveis e em 2015, de acordo com a Comissão Europeia, conseguiu uma quota de 27% de energias renováveis no mix energético nacional, sendo o sétimo maior da União Europeia.

Segundo dados da REN, a produção de energia renovável em 2016 foi o suficiente para abastecer mais de metade do consumo nacional e ainda deu para exportar.

Por seu turno, a produção de energia não renovável, nomeadamente, o carvão e o gás natural abasteceram menos de metade do consumo nacional, nomeadamente, 43%.

Seguindo esta tendência Portugal vai continuar a apostar nas energias renováveis e de acordo com o Ministério da Economia “A par dos 380 megawatts de licenças para centrais solares, sem tarifas subsidiadas pelos consumidores e com cauções já entregues pelos promotores, o Governo aprovou 41 megawatts relativos a três centrais de biomassa”.

O gabinete do Secretário de Estado da Energia, em declarações à Lusa acrescentou que a este conjunto de investimento junta-se “o projeto de energias das ondas Windfloat que representa um investimento de cerca de 125 milhões de euros, a realizar nos próximos anos e cuja ligação a terra será feita sem onerar os consumidores, ao contrário do programado.”

A EDP Renováveis também irá contribuir para esta aposta nas energias limpas. A EDP Renováveis anunciou, no quadro de um acordo com o fabricante de aerogeradores Senvion, a instalação de mais de 216 megawatts em parques eólicos.

Ainda no âmbito do grupo de trabalho criado pelo Governo e que é responsável pela reforma da floresta, serão brevemente lançados cerca de 60 megawatts de licenças que se destinam a centrais de biomassa.

COMPARTILHAR