Formas fáceis de poupar dinheiro na electricidade

Como poderá ser eficiente e poupar no uso que faz de electricidade, que ainda o permitirá gastar menos dinheiro?

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) dá-lhe algumas dicas.

Para começar, privilegie as soluções de iluminação baseadas em lâmpadas fluorescentes, quer as clássicas de tubos, quer as compactas.

Uma lâmpada de baixo consumo de 20 Watts (W) proporciona a mesma luz que uma lâmpada convencional de 100 W, sendo que, ao final de um ano, terá uma poupança de cerca de 3 euros por cada hora diária de utilização.

Outra atitude que faz toda a diferença é desligar as luzes quando deixa de utilizar os espaços.

Utilize racionalmente os dispositivos de protecção de luz das janelas, como estores ou persianas, de modo a evitar deixar aquecer desnecessariamente os espaços no Verão.

No entanto, no Inverno, consoante a exposição solar, a situação pode ser a inversa. Consome mais energia e é mais caro refrigerar ou aquecer um espaço do que iluminá-lo.

Se não conseguir evitar a utilização de lâmpadas muito potentes, use reguladores de intensidade nesses dispositivos de iluminação.

Os abat-jours muito opacos são outro tipo de iluminação que podem sair caros, já que obrigam a utilização desnecessária de lâmpadas mais potentes.

Um conselho já conhecido é o isolamento dos espaços onde instalar fontes de aquecimento ou arrefecimento localizadas, por exemplo, caloríficos e ar condicionado, fechando e calafetando devidamente portas e janelas.