Fábrica de Baterias para Carros Eléctricos em Aveiro

carregamento-carros-eletricos

A fábrica de baterias para carros eléctricos do grupo Renault-Nissan vai ser construída em Aveiro. As restantes hipóteses eram Estarreja e Sines, mas o Executivo optou pela ‘Veneza portuguesa’.

A opção foi confirmada esta terça-feira no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, pelo Ministro da Economia, Vieira da Silva, e por Carlos Tavares, vice-presidente-executivo da Renault-Nissan.

O ministro destacou que este será um “momento de viragem” para a recuperação do País e “um aprofundamento do investimento nas energias renováveis”.

A fábrica terá capacidade para produzir 60 mil baterias por ano e irá empregar cerca de 200 pessoas, num distrito que nos último tempos tem sido fustigado pelo desemprego.

No Outono de 2010 será iniciada a construção, no interior de um complexo industrial da Renault já existente, no complexo industrial de Cacia. Ficará concluída em 2012.

A fábrica de baterias para carros eléctricos que a Renault-Nissan vai construir em Portugal é um marco importante para o país, mas também para a unidade portuguesa da empresa.

Esta fábrica vai representar aproximadamente 25% da nossa capacidade na Europa em 2013, afirmou o vice-presidente da Nissan em Portugal.

Quer isto dizer que as baterias produzidas em Aveiro, não só vão fornecer as fábricas da Aliança Renault-Nissan na Europa, como poderão ser enviadas para qualquer ponto da Europa onde a marca venda os carros eléctricos, disse ainda.

Actualmente, a Renault-Nissan está a trabalhar na produção de seis veículos eléctricos além do Nissan Leaf, o que chegará a Portugal na Primavera de 2011 e que custará entre 20 a 30 mil euros.