EDP Renováveis adquire 85% da Italian Wind

edp-privatizacao

A EDPR adquiriu uma participação accionista de 85% na Italian Wind srl, empresa do grupo Co-Ver (um conglomerado industrial situado no norte de Itália), juntando assim ao seu portfolio de projectos eólicos 520 MW no mercado italiano. Estes projectos encontram-se em diferentes estados de desenvolvimento e situam-se em localizações com bom recurso eólico.

Através desta transacção, a EDPR adquire um pipeline de valor acrescentado em Itália, e incorpora uma equipa com um elevado conhecimento do mercado Italiano de energias renováveis, bem como com uma experiência acumulada no desenvolvimento e construção de cerca de 125 MW.

A entrada no mercado eólico italiano irá permitir à EDPR operar num dos países mais atractivos da Europa, dado o seu sólido esquema remuneratório, e possibilita uma diversificação criteriosa das opções de crescimento e expansão da actividade no continente europeu.

.

O mercado eólico italiano

    • Potencial de crescimento: Com 4,9 GW de capacidade eólica instalada em 2009 (+1,1 GW face a 2008), a Itália é um dos mercados eólicos mais promissores na Europa. A quota de energia renovável imposta pelo Governo situou-se em 2009 nos 5,3% da electricidade fornecida por tecnologias renováveis, ascendendo a 7,6% em 2012 (o que exige implicitamente uma capacidade eólica instalada estimada entre 10,5 GW e 13,5 GW para 2012).
    • Esquema remuneratório: existe um sistema de certificados verdes no qual, para além do preço da electricidade, os produtores de energia renovável recebem certificados verdes transaccionáveis durante os primeiros 15 anos de operação. Em 2009, o preço médio de mercado situou-se em €152/MWh, dos quais €64/MWh dizem respeito ao preço médio de mercado de electricidade e €88/MWh ao preço médio de mercado de certificados verdes. No âmbito da regulação em vigor, o défice ou excesso anual de certificados verdes emitidos pelos operadores de energia renovável versus a quota obrigatória é administrado pelo operador de mercado (GSE), o qual emite novos certificados ou compra o número de certificados em excesso a um determinado preço fixo definido pela regulação.
    • Recurso eólico: a média nacional de longo-prazo para as horas de utilização é de ~1.775h, o que corresponde a um factor de carga de cerca de 20%. A EDPR prevê obter um factor de carga nos seus parques eólicos 3-4% superior à média nacional, beneficiando da sua localização privilegiada.

Através da entrada no mercado italiano, a EDPR expande a sua diversificação geográfica para 10 mercados em todo o mundo (EUA, Espanha, Portugal, França, Bélgica, Roménia, Reino Unido, Itália e Brasil) e aumenta o seu leque de alternativas para promover um crescimento sustentável de longo-prazo, capaz de gerar valor para o accionista.

COMPARTILHAR