Depois de EDP e GALP, Endesa prepara tarifa bi-horária de eletricidade

eletricidade-lampada

Os comercializadores de eletricidade avançam com novas ofertas para atrair consumidores domésticos para o mercado liberalizado.

O grupo italiano Endesa prepara-se, a partir de Janeiro do próximo ano, para disponibilizar uma tarifa bi-horária de electricidade para os consumidores domésticos que se encontram no mercado liberalizado, à semelhança do que acontecerá com a EDP e a Galp.

Dos cinco principais comercializadores que operam no mercado liberalizado, apenas a Iberdrola e a Gas Natural Fenosa ainda não revelaram qual a estratégia que vão adoptar para este segmento.

A liberalização do mercado, permite aos consumidores a possibilidade de poderem celebrar contratos de fornecimento de electricidade com o comercializador correspondente à área geográfica ou com aquele que realmente estabelecer um contrato de fornecimento.

.

Mais informações sobre a Endesa

A Endesa está presente em Portugal desde 1993 e tendo vindo a realizar diversos projectos de produção de energia, e a participar activamente no processo de liberalização do mercado da electricidade desde o seu início.

A Endesa ultrapassou já os 10 mil clientes domésticos em Portugal, passando a ser o segundo maior operador no mercado eléctrico português.

A Endesa possui a Nova Tarifa Luz Endesa, que oferece soluções para que os clientes economizem na sua factura de electricidade, no qual a Endesa oferece um desconto directo desde o primeiro kWh.

Neste momento a Endesa está a oferecer um desconto de 5% no seu consumo de electricidade durante um ano.